#ad / entretenimento

Na quarta-feira terminei o expediente mais cedo e parti para um honroso desafio: falar sobre a Mãe Moderna num programa de TV, ao vivo, respondendo a telefonemas de telespectadores e na companhia de duas mulheres cujo trabalho eu já respeitava na internet: o Mãe Pessoa (Sheila Finger) e o CineMaterna (Irene Nagashima).

Como podem ver na foto maior da minha montagem do nosso encontro (tirada por Sheila Finger), o clima foi dos melhores, como encontro de amigas de longa data. E este clima parece ser o que reina nas sessões que Irene Nagashima e Alexandra Swerts promovem no CineMaterna: mães felizes por voltar a “participar da sociedade” (ou ser uma pessoa de novo, né Sheila Finger?) e poder curtir a Sétima Arte na companhia de seu bebê.

Quando temos filhos passamos por um período de “resguardo” que pode demorar mais ou menos (conforme a estrutura familiar), mas é sempre exigente para toda família. E ir ao cinema é das últimas atividades que se assume porque não é lugar para bebê, certo? Errado! Segundo me contou Irene, idealizadora do projeto, som e temperatura do ambiente são moderados, há luzes de emergência ligadas para as mães se locomoverem e trocadores e brinquedinhos educativos ficam de prontidão num canto para atender aos bebês – são aceitas crianças de até 18 meses.

[Eu teria aproveitado muito o CineMaterna, pena que na época dos meus bebês não tinha! Mas minha irmã @blogadti sempre foi com meu sobrinho, é fã do projeto!]

Você ficou curioso? Pois amanhã um dos cinemas de São Paulo terá sessão de Alice 3D legendado no estilo CineMaterna – mas tem filmes ótimos em várias cidades do Brasil, como podem ver na programação. E eu fui incumbida de divulgar uma promoção que vai sortear 5 ingressos para o CineMaterna no Twitter.

Funciona assim: os seguidores do @NEToficial devem responder“Qual seria o melhor título para um filme de comédia sobre mamães?” seguido pela tag #mamaemerece. A promoção acontece hoje e as cinco melhores respostas de cada dia ganharão ingressos para o Cine Materna.
Boa sorte! 😉

P.S. Você sabe para quê serve a tal hashtag no Twitter? Sempre que usamos uma expressão sem acentos seguida do “jogo da velha” – como em #maecomfilhos – o sistema do Twitter automaticamente cria um link onde estará concentrado tudo que se falar sob o mesmo tema. Serve para acharmos pessoas falando do mesmo assunto, que vai de #diadasmaes a #F1 por exemplo. 😉

Você pode gostar também de ler:
Nem todo instagramer é um geek que usa os filtros do smartphone para fazer seu
Tudo começou num papo descontraído no Facebook que eu vi no Twitter sobre os furoshikis
Perguntei novamente ontem no Twitter se "as amizades da internet são descartáveis", inflexível na minha
Já escutei algumas vezes dos amigos dos meus filhos que usam Twitter que suas contas
“A necessidade de investimentos em infraestrutura no Brasil é muito grande, e isso já é
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas