Certificações Socioambientais, como funcionam?

Transformar intenção em ação é o que move o Sistema B, um movimento global de empresas que prezam pela integração do resultado financeiro à geração de resultado socioambiental. Apresentados num evento no mês passado, dados davam conta de que há “mais de 2700 empresas de mais de 70 países com o objetivo comum de construir uma comunidade mais justa e sustentável”.

Em 2018, o Brasil tem 126 empresas B certificadas, que somam mais de 126 bilhões de reais.

Para receber a certificação, as empresas devem cumprir altos padrões de performance e são avaliadas através de um processo que analisa cinco principais áreas: modelo de negócios, comunidade, meio ambiente, governança e funcionários.

Você é daquele tipo de consumidor que baseia suas escolhas em valores?

Já falei do assunto quando comentei dos vinhos com certificação, trago alguns vídeos que contam do café!

Gostei deste vídeo curto, boa explicação em poucos minutos. Deixo como inspiração neste final de ano.

😉

Faz parte de uma série sobre certificações Socioambientais, Pequenos Produtores e Blockchain.

 

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook