Centro Cultural São Paulo completa 32 anos

Por outro lado, nesta mesma Semana Nacional dos Museus, um espaço cultural muito querido faz aniversário: no dia 13 de maio de 2014, o Centro Cultural São Paulo completa 32 anos.

Para celebrar, o CCSP convida todos para sua programação especial.

Hoje, 13/05, tem debate 30 anos de Arte Postal no CCSP traz Gabriel Borba, Isis Baldini e Roberto Keppler para uma conversa sobre a coleção do Núcleo de Arte Postal da XVI Bienal de São Paulo e concerto especial de aniversário, Gala Lírica, com Rosana Lamosa e Fernando Portari.

No fim de semana, dias 17 e 18/05, a peça de teatro Mário e as Marias festeja o aniversário do CCSP e a vida e a obra de Mário de Andrade, na Praça Mário Chamie, às 17h30. A peça é uma história de amor: singela e pura. As Marias ora representando a nossa gente, ora a nossa terra, nosso lugar, são as principais paixões de Mário de Andrade. Uma busca quixoteana de Mário por uma Maria já, e sempre, conquistada. A história se divide em quatro quadros e um tom não-realista, quatro rituais de passagem: nascimento; sangue; casamento e morte, e é livremente inspirada na vida e obra do escritor, poeta, colecionador, musicólogo, diretor de departamento de cultura, correspondente e pesquisador Mário de Andrade, tendo como ponto de partida: o olhar! trás, para aqueles que conhecem a sua vida e obra, uma grande festa! e para aqueles que não conhecem, também!

E como sempre, tem contação de histórias aos sábados e domingos, das 14h30 às 15h30, neste mês com Carina Prestupa, Milena Luglio Bochi, Felipe Gomes Moreira, Thaís Caroline Povoa e Lucas Nuti. Parte da Cia Lona de Retalhos, eles estarão no espaço da Biblioteca do CCSP, trazendo o universo das histórias através de recursos e elementos como a manipulação de objetos, música e adereços cênicos. Os atores da Cia buscam resgatar, junto ao público, o prazer em ouvir e vivenciar uma boa história. “Por que o mar tanto chora”, “Sete cabritinhos”, “Lendas amazônicas”, “Poesia de Vinícius”, entre outras histórias, compõem o repertório. A entrada é franca, sem necessidade de retirada de ingressos, basta se dirigir à Sala de Leitura Infanto-juvenil da Biblioteca Sérgio Milliet. 

(Detalhe querido: nos dias 25/5 e 1º/6 tem interpretação em Libras!)

E no final de semana tem Viradinha Cultural!

Re-virando histórias: NarrAções no Centro Cultural São Paulo!

Orgnaizado por Esplêndida Companhia NA(rr)ATIVA , com participação musical de Edi Holanda e coordenação pedagógica de Marina Vecchione Ungaro, a atividade é para curtir em família. Após tanto tempo investigando diversos lugares, a personagem Dona Historieta devorou muitas imagens, palavras e sons e… acabou enchendo seu bucho! Assim ficou grávida de narrativas sem pé nem cabeça e precisa da ajuda de todos para parir novas histórias. Nessa missão pais e filhos percorrerão o Centro Cultural em busca de personagens que possam auxiliá-los a encontrar os elementos fundamentais para construção coletiva de uma história.

São 80 vagas destinadas a crianças de 7 a 12 anos, acompanhadas de pais ou responsáveis (limite de 3 crianças por responsável).  As incrições são até amanhã, 14/5 e basta preencher ficha de inscrição e enviar por e-mail para viradinha.ccsp@gmail.com. Os inscritos receberão confirmação por e-mail e deverão comparecer no dia 17/5, meia hora antes do início do evento, com a declaração de Responsabilidade impressa e assinada e com toda a relação de objetos pessoais solicitado.

Nesta ou em outras atividades, a Viradinha Cultural prevê propostas lúdico-pedagógicas previstas para toda família, portanto, é fundamental a participação ativa e afetiva dos pais no dia do evento, para propiciarmos verdadeiramente um encontro rico em experiências e cultivador da cultura da infância.

😉

 

P.S. Ainda no mês de aniversário, dia 31/5, o CCSP homenageia o arquiteto Luiz Telles, oferecendo seu nome ao jardim central, numa cerimônia que celebrará as vidas das muitas pessoas que construíram as histórias deste espaço público de cultura e convívio.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.