Casa sustentável e eficiente

Estive na abertura para imprensa da Casa Cor 2009 há duas semanas e fiquei encantada com algumas coisas. Dentre elas, o que mais me chamou atenção foi o cuidado geral com a sustentabilidade. Os mais radicais – militantes da ecologia – poderão me dizer que há um uso exagerado da palavra ou que há equívocos no uso da idéia (do crescimento comercial sem prejudicar o planeta), mas no geral, vejo que há soluções interessantes para os lares.

Fiquei entusiasmada com as soluções de reaproveitamento de materiais, o cuidado com a certificação das madeiras, couro, pedras, procurando soluções que minimizem os prejuízos ao meio ambiente. E gostei de ver que nem por isso os resultados são menos bonitos ou eficientes. Quando decoramos nosso lar, buscamos beleza, satisfação pessoal (é nosso canto!) e eficiência sim.

Voltei de minha temporada morando na Ásia com alguns conceitos que não me abandonam e se tornaram valores. Menos é mais – especialmente quando se mora numa cidade grande onde há imóveis pequenos e possibilidade de terremotos – e neste sentido cada utensílio doméstico tem que realmente funcionar a contento. Outra questão que eu já observava antes, mas se reforçou em Tokyo, é quanto à luminosidade. Aproveitar a luminosidade natural e utilizar prefencialmente lâmpadas adequadas aos ambientes fazem muita diferença na qualidade de vida.

energia-eficiente-phillips-samegui

Pensei demais em qualidade de vida quando visitei o blog Energia Eficiente. Recebi um convite para conhecer a proposta, patrocinada pela linha Phillips, e foi uma surpresa agradável. Encontrei lá vários posts que mostravam alternativas, novidades e soluções para uma vida mais eficiente e menos impactante para o meio ambiente, como uma pesquisa que diz que poluição faz bem, o chuveiro híbrido,  a campanha Reclame por um mundo melhor, o ônibus brasileiro movido a hidrogênio, além das sempre importantes dicas sobre o lixo doméstico.

Uma das vantagens que eu vejo neste movimento da arquitetura e decoração em busca da sustentabilidade é o o fato de estimularem (e muito!) a criatividade e a capacidade profissional dos envolvidos. Soluções muito diferentes, como o uso de couro de tilápia para revestir sofás, mesclam-se a hábitos consolidados na área, como o reaproveitamento de móveis descartados.

E em seu lar, você também tem encontrado soluções eficientes para ser mais sustentável?

😉

[casa cor 2009] Homenagem a Burle Marx por você.

Este post é publieditorial.

artigopatrocinado

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook