Carta aberta ao meu filho #aos11



20110831-012537.jpg

Meu filho, em primeiro lugar, eu te amo imensamente. Ter você mudou tudo na minha vida e transformou o casal que eu era com seu pai numa familia de verdade.

Uma propaganda diz que quando nasce um bebê nasce uma mãe. E tem um ditado que afirma que quando nasce uma mãe, nasce a culpa.

Os dois estão certos.

Estou vivendo um momento muito especial no trabalho, com grandes mudanças, exigências, responsabilidades. Ao mesmo tempo você também vive uma situação parecida com o ingresso no ensino fundamental 2.

Embora eu confie em Deus, de todo coração, que ambos nos sairemos bem no final, tem me doído deitar toda noite para dormir com a culpa de não termos conversado tanto quanto eu queria, de não ter rido gostoso das suas tiradas e tirinhas, de não ter conseguido prestar atenção como deveria nas histórias vividas na escola. Sabe aquela parte da música Tempo Perdido, do Legião?

“Todos os dias, antes de dormir, lembro e esqueço como foi o dia”…

Mas eu não esqueço, lembro e meu coração remói cada momento que perdi, por menor que seja… Por outro lado, meu amor, filho queridíssimo, sinto que #aos11 começou esta fase inevitável de sua vida realmente ser vivida por você, com suas vontades, interesses, escolhas, cada vez menos vinculados ao que nós planejamos.

Creia, esta sensação é de um novo corte no cordão umbilical, não importa o quanto os pais se preparem e digam para si mesmos a máxima “crio meus filhos para o mundo, não para mim”.

Nesta madrugada, depois de um domingo acamada, uma segunda muito ocupada que levou o trabalho para além da meia-noite e uma terça na qual saí de viagem deixando-os dormindo e nem consegui ligar em tempo para dar oi antes da escola, eu me ressinto de saudade de vocês.

Mas, por outro lado, vejo-os dormindo e posso ouvir e ver em minha mente as pessoas maravilhosas que são, os homens responsáveis e éticos que se tornaram tão precocemente e de certa forma acalma meu coração saber que o meu “tempo perdido” com vocês é um “tempo ganho” das suas vidas no mundo. E o mundo certamente é um lugar imensamente melhor porque tem a sua presença iluminada, meu bem!
Deus abençoe grandemente a sua vida!

Muitos beijos e abraços da
Mamãe

Google+ Comments

Tags: #aos11, 2, bebê, carta, cordão umbilical

Comente, compartilhe! ;)

68 respostas para “Carta aberta ao meu filho #aos11”

  1. Noris disse:

    Poxa, Samantha, assim você bota todo mundo pra chorar!

    Seus filhos são demais, tiveram quem puxar, pai e mãe, ótimos exemplos. Tudo de bom pra família inteira!!!

    Bjos!

  2. Bruno Lira disse:

    Nossa que lindo Sam, realmente e um desabafo, e com uma mãe dessa irão crescer grandes homens…
    :)

  3. Ok, indo dormir com os olhos marejados, né? Deus abençõe você e seus meninos!

  4. Sam Shiraishi disse:

    Desabafos na madrugada: Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/7atoFNR

  5. Fazendo o povo chorar na madruga… RT @samegui: Desabafos na madrugada: Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/ktlBO2c

  6. Telma Maciel disse:

    Que lindo post, Sam… Estou emocionada por me sentir tão culpada tbm. Então, como mtas leram o post na madrugada e foram dormir com lágrimas nos olhos, eu começo o dia assim, com lágrimas, mas com a certeza de quem preciso me entregar mais!
    Beijão!

  7. renata penna disse:

    lindo!
    sensações que toda mãe que se entrega à maternidade conhece…
    beijo!

  8. Samegui,

    Que lindo. Como vc escreveu bem sobre esse sentmento que angustia e nos aperta o coração. Parabéns!

  9. Andréa disse:

    Puxa, Sam, que liiiiiindo! Fiquei emocionada ao ler – e vc sabe que sou daquelas duronas, hein??! Rsrsrsrs.

    Queria dizer que, mesmo de longe, te admiro sempre. Admiro a forma e o carinho com que cuida dos seus meninos. Vejo-os crescendo tão lindos, pessoas tão dignas, de princíprios morais e éticos tão bem passados por vc e pelo Gui. Fazem-me acreditar que é possível, sim, neste nosso mundo hoje, educar nossos filhos de forma que se transformem em adultos saudáveis, equilibrados, justos, corretos, honestos, pessoas verdadeiramente íntegras e felizes! Parabéns a vc e ao Gui por tanta dedicação, por um trabalho tão belo nesta árdua tarefa que é a formação de seres humanos plenos.

    Beijo grande pra vc, querida amiga. :)

  10. Ana Aragão disse:

    "@avidaquer: Tem post novo :) Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/ZGTSXJ0"=> q lindo! :)

  11. Ana Aragão disse:

    "@avidaquer: Tem post novo :) Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/ZGTSXJ0"=> q lindo! :)

  12. Ana Aragão disse:

    "@avidaquer: Tem post novo :) Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/ZGTSXJ0"=> q lindo! :)

  13. smiletic disse:

    Lindo lindo comadre! RT: @samegui: Desabafos na madrugada: Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/Olphwz4

  14. Vivi Koyama disse:

    Lindo, lindo… emocionei! Já pensando que não importa o #aostantos, acho que cada fase teremos nossas delícias, alegrias e culpas. Bjs

  15. Gabi Bianco disse:

    Que coisa mais linda, Sam! emocionei!

    um beijo enorme pra você – e pros homens da sua vida. :)

  16. Leonor disse:

    Que lindo, Sam. Acho que seus filhos se orgulham muito da mãe que você é. Um beijo enorme.

  17. Rose Misceno disse:

    Nossaaaa!! Que lindo!!! Li duas vezes e por isso não paro de chorar!!!
    Passei por um momento parecido o ano passado, quando trabalhava em tempo integral e não curtia minha filha…dei um basta e me questionei: “demorei tanto tempo para querer ter uma criança (15 anos, pra ser exata) e agora não vou cuidar dela?”
    Abri mão de parte do meu salário, só trabalho meio período, mas parte da minha culpa foi embora!!!
    essa foi a melhor solução pra mim. Mas não estou dizendo que todas deverão agir assim.
    Eu, às vezes, brinco: quero estar presente enquanto eu for a preferida dela, porque depois vai ser a professora, a melhor amiga, o namorado, o marido, o filho, ou não, rs…mas quase sempre é assim os filhos crescem e seguem seu próprio caminho!!

    =)

    Beijão.

  18. Consuelo disse:

    Nada melhor que a sinceridade e o amor para criar seres humanos bons. Eles vão entender as ausências porque sabem que o amor,mostrado neste textgo, existe na qualidade do tempo.

  19. Sam,

    Além de lindo, cheio de amor.. o seu texto traduz exatamente os dilemas que nós mães batalhadoras, vivemos.
    Assim como os seus filhos, o Gui #aos13 é um filho querido, compreensivo e compartilhador das vitórias da mãe.
    Super beijos para vcs

    PS: como todas, tbm fiquei com olhos cheios de lágrimas

  20. Adriana Fonseca disse:

    Sam, adorei o texto e, principalmente, o aprendizado que você me passou com a frase “de certa forma acalma meu coração saber que o meu “tempo perdido” com vocês é um “tempo ganho” das suas vidas no mundo”.

  21. Aline Kelly disse:

    Quando o coração de uma mãe, fala diretamente com seu filho http://t.co/OOnffkX A @samegui verbalizou muito bem, o que toda mãe sente ;)

  22. @cissabranco @fernandareali @minhamaesabia @arigazzo @iarapoesia Olhem isso—> http://t.co/QormB3Z via @avidaquer

  23. ADOREI. RT @samegui: Desabafos na madrugada: Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/WrxVqJR

  24. Lucia Itamara disse:

    Sa,

    Essa paz que invadiu o seu coração depois desta momento de reflexão, dolorosa, porém, a final, gratificante, é fruto da consciência do dever cumprido, de ter feito, ainda que diante de todas as limitações que seres humanos temos, o melhor, a sinceridade do coração é linguagem universalmente inteligível entre os corações que se amam, e o pedido de perdão pela involuntária ausência, é recebido como uma nova declaração do imenso e incondicional amor que nós, mães, temos pelos filhos, presentes que Deus nos concede.

  25. Sam Shiraishi disse:

    Quando o coração de uma mãe, fala diretamente com seu filho http://t.co/OOnffkX A @samegui verbalizou muito bem, o que toda mãe sente ;)

  26. Leane Araujo disse:

    Quando o coração de uma mãe, fala diretamente com seu filho http://t.co/OOnffkX A @samegui verbalizou muito bem, o que toda mãe sente ;)

  27. Os desafios da vida são maravilhosos. Ter filhos e criá-los é, sem dúvida, uma das maiores missões da vida. Não temos mais crianças pequenas e nossos meninos estão crescendo. Enzo, com 11 anos, começa a entrar numa nova fase em um novo ciclo com os desafios da juventude. O tempo não pára e ser onipresente é atributo Divino. Doravante, tudo aquilo que ensinamos ao nosso filho começa a brotar e tenho certeza que do fruto, nascerá frondosa árvore de madeira nobre. Amo a minha família e agradeço a Deus por ter colocado a Sam em meu caminho.

  28. Sam, sem palavras. Você é muito especial. Espero que a vida te traga tudo que merece e seus filhos sejam muito, muito felizes. Beijo grande!

  29. Lindo Sá. Tenho certeza de que os meninos e o Gui tem muito orgulho de você por ser uma companheira e mãe capaz de desejar ser e oferecer mais, enxergando além de si e do dia a dia, buscando oferecer mais aos filhos para vê-los crescer e amadurecer.

    Um beijo

  30. Paula Lelis disse:

    Que post lindo e emocionante. Chorei aqui.
    Seu filho sabe que tem a melhor mãe que ele poderia ter. ;)
    Beijossss

  31. Sam Shiraishi disse:

    .@SoniaBertocchi meio que respondi aqui http://t.co/7atoFNR RT @blogdati: #Mães da TL, uma ajuda por favor!… (cont) http://t.co/zdt2bSg

  32. Sam Shiraishi disse:

    .@SoniaBertocchi meio que respondi aqui http://t.co/7atoFNR RT @blogdati: #Mães da TL, uma ajuda por favor!… (cont) http://t.co/zdt2bSg

  33. Sam Shiraishi disse:

    .@SoniaBertocchi meio que respondi aqui http://t.co/7atoFNR RT @blogdati: #Mães da TL, uma ajuda por favor!… (cont) http://t.co/zdt2bSg

  34. Sam Shiraishi disse:

    porque sabe @blogdati quando a gente abre o coração, como eu fiz nesta madrugada http://t.co/7atoFNR, corre o risco de encontrar amigos!

  35. nubia disse:

    Eu chorei.
    Não é fácil, e acho q vc relatou a dor e a culpa de muitas mães, com multiplas tarefas… mas existe algo que consola meu coração: a honra. E ela sempre vem, qndo somos o melhor q podemos ser.

    Beijo Sam

  36. Marcio Okabe disse:

    "Quando nasce um bebe também nasce um pai ;-)" RT @samegui: …abre o coração… http://t.co/vPAQfJs, corre o risco de encontrar amigos!

  37. Marcio Okabe disse:

    "Quando nasce um bebe também nasce um pai ;-)" RT @samegui: …abre o coração… http://t.co/vPAQfJs, corre o risco de encontrar amigos!

  38. Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/NKLmaMJ via @avidaquer

  39. Já pode chorar com essa carta da @samegui? RT @avidaquer: Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/CfL6bs2

  40. Sam Shiraishi disse:

    Ao acordar @enzobuzz leu minha declaração de amor em forma de Carta Aberta #aos11 http://t.co/7atoFNR http://t.co/04cKUIN

  41. Isabela Rocha disse:

    Ownnn RT @samegui Ao acordar @enzobuzz leu minha declaração de amor em forma de Carta Aberta #aos11 http://t.co/MwpzPhs http://t.co/RETPUSL

  42. @vivianevivis disse:

    Que lindo Sam! Emocionante!
    Até eu, que fico com os meus em casa, muitas vezes me sinto culpada por não querer brincar hora ou outra, por não prestar atenção nas histórias de vez em quando.
    PS: Escreva a carta de próprio punho e entregue a ele.

    bjs

    Sam @samegui Shiraishi Reply:

    Sabe que esta carta foi primeiro um e-mail? Risos!
    Mas vou escrever bonitinho sim, gostei da idéia de eternizar.
    Obrigada pela idéia.

  43. Adriane Souto disse:

    Que lindas palavras Samantha Shiraishi ;)
    Lembrei do texto: Como flechas nas mãos do guerreiro são os filhos nascidos na juventude. Salmos 127:4
    As flechas do guerreiro acertam o alvo, são precisas. Seus meninos são e serão assim, como flechas nas mãos do Guerreiro.
    #tegostomuito
    bjs

    Sam @samegui Shiraishi Reply:

    Amém!
    Querida, vc sabe que nós temos este olhar para a vida escolar e a rotina dos nossos tesouros, mas o cuidado que fala ao coração é o do espirito.
    Obrigada mesmo por sua benção!

  44. Cler disse:

    Não sou mãe mas em uma escala bem menor entendo o que queres dizer em relação a outros assuntos. É um texto que todos se identificam. Lindo.

  45. Flores Online disse:

    A Sam Shiraishi diz o que toda mãe sente. #carinho RT @samegui: Desabafos na madrugada: Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/CQuVOSc

  46. Elaine Cunha disse:

    Sam, vc me emocionou em plena magrugada de quinta.
    Tenho certeza que o seu filhote ficou muto mais orgulhoso da mãe que tem.
    beijos, Elaine Cunha

  47. Ah, as mães e suas inevitáveis culpas! Lindo! RT @avidaquer: Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/JqajNGE

  48. Belíssimas palavras da @samegui a seu filho #aos11, falando por todas nós, mães com múltiplos papéis http://t.co/GuHitIl

  49. Carol disse:

    Sam, ler essa carta me emocionou muito, principalmente porque eu te vejo como uma “segunda mamãe” – e você sabe bem disso, por mais que eu insista em te chamar de “irmã mais velha”. Agora, quem se sente culpada, sou eu… Por não passar mais tempo com você, com os meninos e com o Gui. O Léo adorou conhecer vocês, mesmo ficando tão pouco aquele dia… Daí lembro dos dias incríveis que passei aí na sua casa, cuidando dos meninos, brincando um monte com eles – afinal, eu sou uma professora de jogos – lembrei até do McDonalds… Eu prometo, de todo o coração – e depois de tamanha emoção -, que reservarei sempre mais tempo para ficar com vocês, por me acolherem e por serem, assim, sabe, uma segunda família, tão querida e amada…

  50. samantha, lendo eu me lembrei q meu pai q nunca podia passar as ferias todas com a gente pq trabalhava muito, nunca podia ficar com a gente nem no domingo pq tinha plantão, durante a semana nos viamos so qdo ele me levava pra escola ou me buscava pra algum ballet ou inglês e sempre na correria….

    hj sei q nenhum desses momentos em q não estavamos juntos me fez falta no tamanho do amor q eu sinto e nas coisas q aprendi e q ele me ajudou ;)))) isso de forma alguma me impactou, desde bem pequena até meus 19 anos!!! acho q uma visão de filho q tenha vivido esse tipo de situação pode enriquecer. vc sabe q eu amo meu pai mais q tudo né!!
    nos mães sentimos mta saudades por estarmos sempre pra la e pra ca e eles crescendo e virando gente! isso é dificil né? sofremos pela falta q o filho nos faz e pelas novas etapas da vida q eles vencerão!!!
    bj

  51. É emocionante ver uma mãe escrevendo uma carta dessas a seu filho. Espero que um dia eu seja pai e tenha a oportunidade de fazer parte da vida de meu filho e poder externar meu amor por ele como você faz com seu filho Samantha.
    Que Deus abençoe você e sua família e que este seu gesto sirva de exemplo para todos nós.
    Bjs

  52. Sam Shiraishi disse:

    Eu tb chorei muito escrevendo RT @laframboesa: Oi, chorei com o post da @samegui: http://t.co/nzeCwO2

  53. Sorveta disse:

    Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/Aqlq156 via @avidaquer

  54. Muito lindo ! RT @samegui: Eu tb chorei muito escrevendo RT @laframboesa: Oi, chorei com o post da @samegui: http://t.co/JyRdkXl

  55. Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/Aqlq156 via @avidaquer

  56. Vem chorar, vem. Emocionei ao ler a Carta aberta ao meu filho #aos11 http://t.co/4rfTkUg via @avidaquer

  57. Meu olhos suaram aqui… "@samegui: Eu tb chorei muito escrevendo RT @laframboesa: Oi, chorei com o post da @samegui: http://t.co/ZM30LyF"

  58. Meu olhos suaram aqui… "@samegui: Eu tb chorei muito escrevendo RT @laframboesa: Oi, chorei com o post da @samegui: http://t.co/ZM30LyF"

  59. Pattricia disse:

    Sam…linda sua carta…a culpa que nasce com a maternidade é algo que tenho que lidar todos os dias…mas como vc tão lindamente disse na carta quando vemos eles crescendo e se tornando essas ”pessoas maravilhosas”, a gente de alguma forma vai se redmindo dessa culpa… parabéns a vc e a sua família, Pattricia

  60. Paulo Marcos disse:

    Pra começar o dia com uma carta da mãe moderna. http://t.co/Q62eFOF

  61. Dudi « disse:

    [...] e até inseguras, mente quem diz ser uma mãe completamente forte e cheia de razão. Esses dias lí um texto da @samegui que falava um pouco sobre isso, porque nós mães sempre estamos nos culpando, porque [...]

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.