mãe / relacionamentos

20110831-012537.jpg

Meu filho, em primeiro lugar, eu te amo imensamente. Ter você mudou tudo na minha vida e transformou o casal que eu era com seu pai numa familia de verdade.

Uma propaganda diz que quando nasce um bebê nasce uma mãe. E tem um ditado que afirma que quando nasce uma mãe, nasce a culpa.

Os dois estão certos.

Estou vivendo um momento muito especial no trabalho, com grandes mudanças, exigências, responsabilidades. Ao mesmo tempo você também vive uma situação parecida com o ingresso no ensino fundamental 2.

Embora eu confie em Deus, de todo coração, que ambos nos sairemos bem no final, tem me doído deitar toda noite para dormir com a culpa de não termos conversado tanto quanto eu queria, de não ter rido gostoso das suas tiradas e tirinhas, de não ter conseguido prestar atenção como deveria nas histórias vividas na escola. Sabe aquela parte da música Tempo Perdido, do Legião?

“Todos os dias, antes de dormir, lembro e esqueço como foi o dia”…

Mas eu não esqueço, lembro e meu coração remói cada momento que perdi, por menor que seja… Por outro lado, meu amor, filho queridíssimo, sinto que #aos11 começou esta fase inevitável de sua vida realmente ser vivida por você, com suas vontades, interesses, escolhas, cada vez menos vinculados ao que nós planejamos.

Creia, esta sensação é de um novo corte no cordão umbilical, não importa o quanto os pais se preparem e digam para si mesmos a máxima “crio meus filhos para o mundo, não para mim”.

Nesta madrugada, depois de um domingo acamada, uma segunda muito ocupada que levou o trabalho para além da meia-noite e uma terça na qual saí de viagem deixando-os dormindo e nem consegui ligar em tempo para dar oi antes da escola, eu me ressinto de saudade de vocês.

Mas, por outro lado, vejo-os dormindo e posso ouvir e ver em minha mente as pessoas maravilhosas que são, os homens responsáveis e éticos que se tornaram tão precocemente e de certa forma acalma meu coração saber que o meu “tempo perdido” com vocês é um “tempo ganho” das suas vidas no mundo. E o mundo certamente é um lugar imensamente melhor porque tem a sua presença iluminada, meu bem!
Deus abençoe grandemente a sua vida!

Muitos beijos e abraços da
Mamãe

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas