cultura web / entretenimento

caos-coletivo-de-amor-e-odio

Que o twitter às vezes parece um consultório sentimental ou um lugar para as pessoas desabafarem o que devia ser privado ninguém duvida. Se eu disser que não me canso do chororô eu mentiria, mas ainda não deixei de seguir ninguém por conta dos seus desabafos. Acho que acabamos acompanhando a vida alheia como a uma novela, formando um puzzle (quebra-cabeças) com o que lemos. Muitas vezes me sinto como Nelson Rodrigues, sentado ao lado do telefone da redação do jornal e ouvindo as histórias que resultariam no A Vida Como Ela É!

Hoje descobri que não sou a única. O C.A.O.S. (Coletivo de Amor e Ódio em Segundos) promete dar “vida real a um conteúdo virtual e dar vida virtual a um livro real”. O livro real será produzido a partir do conteúdo escrito por pessoas comuns e capturados (mediante uma cessão de direitos autorais que merece ser lida com cuidado) pelo twitter. O site afirma que serão

200 páginas. 200 frases. 100 de amor e 100 de ódio. A cada 7 dias, 200 novos sentimentos de amor e ódio tomam conta do conteúdo do livro, que se renova totalmente, tornando seu conteúdo tão efêmero quanto o instante. As frases são conectadas às páginas através de uma enigmática poesia visual: qr codes. Códigos 2d que só podem ser lidos através do celular.

Cada código está conectado a um link na internet. Um link que escolhe, randomicamente a cada semana, outra frase. E assim o livro se torna vivo. Para alimentá-lo com instantes, qualquer um pode doar frases através do Twitter.
As frases doadas ganharão vida no livro e se eternizarão, mas apenas por um instante de 7 dias.

Eu decidi pagar para ver e já aderi. Se você quiser pode fazê-lo simplesmente seguindo a conta do coletivo: CAOS_euconcordo. Mas não esqueça de ler com calma o perfil, pois ele contém um aceite que autoriza a utilização de seus tuites com as palavras amor e odio!

[Se você se interessa pelo microblog, aqui tem vários posts sobre o tema]
Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas