Caixa cultural presta homenagens ao Japão

763651_origami.jpg Uma série de palestras iniciada em 13 de fevereiro está acontecendo, semana sim, semana não, às quartas-feiras até julho na Caixa Cultural. Os eventos ocorrem sempre das 19h às 21h e a entrada é franca. Entre os temas abordados, estão as telenovelas, os ataques atômicos sobre Hiroshima e Nagasaki, o teatro, a dança e a ilustração japonesa, o cinema nipônico no Brasil, a identidade do nipo-brasileiro e a mistura das duas culturas. No dia 30/04, a artista plástica Cecília Saito fala sobre o shodô e sua prática no Brasil.

Maio – O Cinema Japonês no Brasil

  • Dia 14 – Lucia Nagib, professora de cinema mundial na Universidade de Leeds (Inglaterra), fala sobre a produção audiovisual japonesa desde os filmes de arte até os animes.
  • Dia 28 – Autora da dissertação Orientalismos no Cinema, Marcela Canixo fala sobre as diferenças da luz estourada do Cinema Novo e a luz obscurecida do cinema japonês clássico.

Junho – Desconstruções Culturais

  • Dia 11 – Exibição do curta Primavera (2007) em que se discute a identidade nipo-brasileiras dos nikkeis. Bate-papo com a cineasta Mirian Ou.
  • Dia 25 – A descoberta e transmissão da dança japonesa no Brasil é o tema da palestra de Christine Greiner, pós-doutora pela Universidade de Tóquio e pelo Centro Nichibunken de Kyoto.

Julho – Vários Japões

  • Dia 2 – Professor titular da ECA/USP, Almir Almas irá mostrar uma seqüência de vídeos que procuram usar, mostrar e reinventar diferentes possibilidades de combinações entre as culturas brasileira e japonesa.

Serviço:

  • Ciclo de palestras “Meu Japão Brasileiro”
  • Caixa Cultural
  • Praça da Sé, 111 – Centro – São Paulo
  • De 13 de fevereiro a 2 de julho. Sempre às quartas-feiras, das 19h às 21h
  • Entrada Gratuita, não há necessidade de fazer inscrição
  • Informações: Tel.: (11) 3321-4400
  • Site: www.caixacultural.com.br
Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.