brincadeiras / destaque / relacionamentos

15 - 1

Essa imagem, de crianças surpresas fotografando brinquedos analógicos, me fez pensar no quanto nós não ensinamos nossos filhos, sobrinhos, netos e amigos a brincar.

Brincar se aprende brincando.

Embora seja natural do ser humano ter um comportamento lúdico, a brincadeira é algo passado, como o idioma, pela experiência e envolve muitas questões ambientais.

Não estou falando em meio ambiente no sentido da antiga “ecologia”, mas do ambiente que nos envolve e nos influencia.

Frequentemente vejo adultos mostrando alguma coisa no celular para as crianças pequenas. Depois escuto gente falando que “as crianças só querem ipad”, mas nunca vi estes mesmos reclamantes sentando no chão para brincar de outra coisa, sujar as mãos com massinha de modelar, balançar na rede sem motivo, fazer um esconde-esconde que rende risadas deliciosas ou ensinar a brincar de cama de gato com um barbatinho amarrado. Coisas singelas que eu sei porque aprendi com as crianças da rua onde morava, com minha avó japonesa que fazia saquinhos de arroz para jogar e pulava amarelinha, com minha avó Maria Augusta que me contava histórias e levava no parquinho depois de comer pastel na feira, meu pai que ensinou a fazer cola de farinha de trigo para fazer pipa.

Nunca aprendi a jogar peteca, pois não se jogava na minha casa, tampouco sei pular corda sozinha porque sempre tive uma turma para pular junto e para bater a corda cantando. Meus filhos jogam bola dentro de casa e sempre puderam brincar de motoquinha (triciclo) pelo corredor e sala, porque quero que se divirtam. Preferia que fosse na rua, na calçada, no jardim? Claro! Mas quero que brinquem, independente do lugar.

Tem muitos brinquedos em casa, afinal, são 3 filhos. Mas estimulamos atividades simples, como as que a escola sugere.

Nesta semana Manuela, prestes a completar 2 anos e aluna do minimaternal, está aprendendo a fazer bolinha de papel. Tudo vira bolinha? Vira. Pode estragar algum papel importante? Talvez. Mas vale tudo para ter estes momentos de felicidade.

🙂

Não sabe do que brincar?

Na minha coluna da Disney Babble Brasil tenho feito um especial, todo mês posto sugestões de brincadeiras com crianças.

Do que brincar com a criança de 18 meses a 3 anos?

Do que brincar com a criança de 18 meses a 3 anos?Menino, menina ou simplesmente criança? Sempre me perguntei isso,…

Posted by Mães (e pais) com filhos on Quinta, 9 de abril de 2015

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas