Brincadeira de menina

joguinho de estilista para meninas

Quando eu era menina, adorava revistinhas que traziam modelos de roupas para recortar e vestir nas bonecas. De tanto insistir, minha Batian (avó, em japonês) me ensinou a cortar e costurar calças e blusas para minhas bonecas Susis usando minha máquina de costura de brinquedo. Meus pais nunca acreditaram muito nestes meus dotes até que quando terminei o segundo grau fiz uns cursos de costura. Não segui profissão, mas passei horas divertidas inventando coisas com minha maquina e retalhos, tanto que fiz meu próprio vestido de noiva e costurei os tip-tops do enxoval do meu filho.

Achei um link engraçadinho chamado My Virtual Model onde me diverti mudando meu avatar, escolhendo cortes e cores de cabelo, roupas e acessórios, como eu queria fazer com um software da Barbie que vi outro dia. (Verdade, até pensei em comprar, aqui em casa, como já contei, não temos Barbies nem Pollys!)

Para as mães que tem filhas para brincar de estilista online, vale brincar de escolher roupas, estilo de tecido, calçados e maquiagem das personagens no Fashion Frenzy,  New BratzA estilista. E para as meninas mais habilidosas – e as mães que gostarem de montar looks – indico a byMK, a primeira comunidade brasileira de moda que permite que você crie, compartilhe e discuta looks. Simpática, tem votação dos looks que ficam em destaque na home do site. É para se sentir uma estilista de verdade.

P.S. Descobri o primeiro destes jogos no blog Meu Emagrecimento, que foi tema do Fantástico. Sobre o emagrecimento não posso falar muito, não sou boa de dietas porque sempre fui muito “pequena”, motivo pelo qual os quilos que ganhei depois que mudei para Sampa nem me incomodam tanto. Quem me conhece pessoalmente tente me imaginar com 10 quilos a menos! Era meio magra demais! Mas quem quiser, o vídeo do Fantástico está abaixo – e confesso, eu usaria o celular para tirar fotos do que comia e assim controlar minha dieta!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook