cidadania / destaque / empreendedorismo

canal-brasil-de-cor

Lembro do Herivelto Oliveira na UFPR. Ele já era repórter e apresentador de telejornal da Globo, mas passava lá às vezes e era o queridinho de todos, professores, funcionários, alunos.

Num estado tão branco que “dói nos olhos”, numa universidade pública que então não tinha alunos pretos nas suas turmas de comunicação, ele reinava como um príncipe.

Afrobetizando os professores

 

Descobri que ele se reinventou e li um perfil interessante sobre suas mudanças profissionais e uma nova ideia muito legal: o canal Brasil de Cor, concebido para dar visibilidade e oportunidade aos negros brasileiros.

Vejam o que ele conta sobre o projeto que criou depois de passagens (e demissões) na Globo e Record de Curitiba:

O Brasil é o segundo país mais negro do mundo. Só perde pra Nigéria, na África. Mais de 50 por cento da população brasileira é negra ou parda. São mais de 100 milhões de pessoas. Eu sou jornalista e negro, e um dia ao tratar deste assunto numa reportagem me perguntei: “Mas onde estão estes negros?”.

Quantos professores negros você teve?

Em Curitiba, cidade onde moro, a proporção é menor, em torno de 20 por cento. Ainda assim, não vemos negros médicos, advogados, professores, músicos, atores. É uma ou outra exceção que comprova a regra. Outros Estados e cidades tem proporções maiores, como o Rio de Janeiro e a Bahia. Mas num país tão ricamente étnico, a televisão mostra poucos negros, nos telejornais, não há negros, nos programas de entrevistas faltam negros (tanto entrevistados, quanto entrevistadores). 

O jornalista quer que o canal seja democrático, com conteúdo e assuntos de interesse geral, pra todas as cores. Ele ressalta que não é ativista, continua jornalista no canal, o que facilita a abertura na abordagem de temas.

Vamos acompanhar!

Leia também:

Os heróis negros e a identidade étnica

 

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Latest posts by Sam @samegui Shiraishi (see all)


Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas