a vida quer

“Deixo em outubro tudo aquilo que não me serve mais. De coisas a pessoas só levo pra frente o que me faz bem.”
@psouva

Quando liguei o Twitter hoje cedo, ainda no celular, antes de começar minha jornada de trabalho nesta segunda que é ponto facultativo para alguns, trabalho obrigatório para outros e dia de produzir para quem se sente compelido a fazê-lo como eu, vi a mensagem da colega jornalista e tuiteira Priscila Souza (@psouva).

Na hora concordei e disse Bom dia Novembro. Embora não seja católica e não pense nos santos como mediadores para falar com Deus, tampouco creia no significado simbólico do Halloween, vou aproveitar o ensejo do Dia de Todos os Santos para fazer uma limpeza e começar a me preparar comme il fault para o novo ano que já bate à porta. Novembro, talvez por ser o mês dos escorpinianos, me remete ao fechamento, à conclusão de processos. E neste sentido “deixar em outubro tudo aquilo que não me serve mais” é uma atitude acertada, tanto quanto decidir que “de coisas a pessoas só levo pra frente o que me faz bem”. E se você acha astrologia uma balela (curiosamente, embora goste dos arquétipos do Zodiaco, eu não gosto de horóscopos e previsões!), podemos fazer um paralelo com a natureza.

bom dia novembro fall http://www.sxc.hu/photo/1254120

No hemisfério norte Novembro é marcado pela mudança efetiva da estação com as árvores caducando, trocando suas folhas antigas por novas, refazendo suas energias para encarar o inverno e ressurgirem exuberantes na primavera. No hemisfério sul é a primavera, com suas flores, frutos, pássaros, insetos e toda pujância da vida que ressurge. Mesmo nos estados em que “é verão o ano todo”, novembro é o auge da estação ao mesmo quente e amena, naturalmente propícia para o surgimento da vida.

Neste ressurgimento a natureza faz uma “triagem” natural, abrindo mão do que poderia comprometer a saúde do todo, daí as folhas e as flores caírem. Precisamos também aprender a levar para frente conosco o que realmente nos faz bem, “esvaziando a mochila” do peso que já não tem sentido ou utilidade, abrindo mão do que se tornou “peso morto”. E aqui podem entrar tanto coisas, quanto pessoas e projetos…

Para mim o mês será de importantes compromissos de trabalho, as tradicionais reuniões de planejamento com clientes para o próximo ano e a fase final do ano letivo dos filhos, com preparativos para as apresentações artísticas, formaturas e atividades de mãe coruja.

E aí, como será? Desejo que seu Novembro seja doce e pujante como o meu e que possamos conversar em Dezembro comemorando com boas novas a proximidade de 2011.

Você pode gostar também de ler:
  Killa P. deu a letra, Patti Cake$ eu fui ver. Um filme irado, é
Photo by Heidi Sandstrom. on Unsplash Primeiro post da segunda metade
Hoje estava lendo num do facebook, o pessoal tirando um sarro de uma entrevista da
Muita gente se pergunta...afinal faz sentido usar um protetor térmico toda a vez que uso
A nova modinha entre as vlogueiras de Beleza gringas são 100 camadas de alguma coisa,
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas