destaque / educação

trabalho-voluntario-na-alemanha

Por ter tido muitos amigos intercambistas, depois ter morado fora do país e incentivar muito meus filhos a fazerem o mesmo, acho que sou “A” amiga que mais quer ver os jovens experimentando a vida longe de casa.

Daí se eu ouço falar de uma oportunidade, já divulgo na fanpage ou no blog. Busque aí e verá que tem várias dicas e oportunidades do Canadá, Japão, Austrália. E hoje trago uma da Alemanha.

São 5 bolsas parciais de trabalho voluntário na Alemanha, com duração de um ano, a partir de agosto de 2017, num programa voltado para universitários com idade entre 18 e 27 anos.

As bolsas são do programa Weltwaerts Sul-Norte, que foi criado pelo Ministério Federal para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (BMZ).

As áreas oferecidas para o trabalho voluntário dividem-se em:

– Educação / Serviço social: auxiliar professores e alunos em escolas e creches;

– Meio Ambiente: auxiliar no trabalho de conservação de fazendas ecológicas e parques nacionais;

– Saúde: auxiliar idosos ou pessoas com necessidades especiais em suas tarefas diárias;

– Cultura: artes, música, teatro ou eventos.

Entre os principais objetivos do programa Weltwaerts Sul-Norte está permitir o crescimento pessoal do voluntário em um processo de aprendizagem informal, através da interação pessoal, intercâmbio intercultural e transferência de conhecimentos e experiências.

Desde 2015, o AFS Intercultura Alemanha é parceiro do governo alemão no recrutamento de jovens motivados e comprometidos. Segundo a diretora nacional da AFS Intercultura Brasil, Andreza Martins, o programa é a oportunidade de os jovens se tonarem o novo líder necessário no século XXI.

“A partir dessa experiência, os jovens passam a ter sensibilidade a outras culturas, habilidade de se sentir confortável em ambientes não familiares e ver o mundo sob ângulos diferentes.”

Requisitos:

  • no mínimo, nível A2 completo do idioma alemão, com um comprovante de curso concluído ou em andamento anexado na inscrição;
  • redigir uma carta motivacional em alemão;
  • comprometer-se a estudar o idioma enquanto estiver no país;
  • ter experiência em atividades voluntárias no Brasil;
  • estudar em uma instituição de ensino superior;
  • comparecer a duas orientações no Brasil (antes da partida e após o retorno).

Estão incluídos na bolsa parcial:

  • um ano do programa Weltwaerts Sul-Norte;
  • alimentação e alojamento; ajuda de custo (mínimo de 100 euros / mês);
  • 24 dias de férias;
  • 30 dias de aulas de alemão na chegada em Hamburgo, paralelo a treinamento intercultural de 15 dias;
  • ajuda de custo para compra das passagens de ida e volta para o programa;
  • transporte local da acomodação para o trabalho voluntário (quando necessário) e para os treinamentos;
  • certificado de participação;
  • seguro de saúde do governo alemão;
  • suporte do AFS e opção de estadia em família hospedeira durante o Natal e a Páscoa.

Não estão inclusos os seguintes custos:

  • a taxa de participação de USD 2.000;
  • custos com o deslocamento para orientação no Brasil;
  • gastos com o processo de visto.

Para se inscrever, acesse o site. Mas corra, é só até 29 de janeiro!

Sobre o AFS

O AFS Intercultura Brasil é uma organização voluntária de intercâmbio não governamental e sem fins lucrativos, comprometida em oferecer oportunidades de aprendizagem intercultural. Fundada há 60 anos no país, a instituição está presente em 18 estados, contando com cerca de mil voluntários.

A ONG é integrante do AFS Intercultural Programs, presente em 110 países. A organização realiza mais de 12 mil intercâmbios por ano, com a colaboração de 42 mil voluntários em todo o mundo.

Criada em 1914, a instituição AFS nasceu quando jovens idealistas se recusaram a participar dos combates da Primeira Guerra Mundial, e entraram no campo de batalha como motoristas de ambulância para socorrer feridos, independente de sua nacionalidade e cultura.

Desde então, adotou a paz como um dos pilares da sua missão, que consiste em ampliar o acesso às competências interculturais necessárias para a formação de cidadãos globais que possam lidar com os desafios do mundo contemporâneo e contribuir para um mundo justo e pacífico.

Olhei no site e descobri que há oportunidades para jovens e adultos aprenderem sobre outra cultura enquanto ampliam seus relacionamentos profissionais, realizando trabalho voluntário (não remunerado), estágios, programas de curta duração, em destinos como Bélgica, China, Dinamarca, Colômbia, entre outros. Legal, né?

E eu também achei um relato de intercambista:

Para quem já está mais avançado neste plano germânico e sonha em fazer faculdade lá, o blog Destino Munique tem dicas interessantes e explica os caminhos para cursar o nível superior e pós graduações na Alemanha. Antes de você se aplicar (candidatar) a uma universidade alemã, você precisa passar por um processo de validação de seus documentos escolares brasileiros na Alemanha e se não for portador de um passaporte da UE (União Europeia), Islândia, Noruega, Suíça ou Liechtenstein, requisitar um visto de estudante. Saiba mais

Você pode gostar também de ler:
Como envolver os estudantes nas decisões da escola e promover uma cultura de participação?  Nesta
Salvem este nome: Celina Turchi. Ela ganhou o prêmio Prêmio Péter Murányi pelo levantamento inédito

[caption id="attachment_61406" align="aligncenter" width="500"] (Foto: @zhenhappy)

Imaginem que uma pesquisa investigou como valores culturais são transmitidos nas
(Foto: Štefan Štefančík @cikstefan no unsplash) Nesta semana, a Fuvest divulgou o
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas