Bodas de Rosa

Aniversario de casamento, quantas bodas de aniversario de casamento, o que significa bodas, porque chamam de bodas, porque chamam de bodas de ouro,  número de bodas, tem bodas de 2 anos, tem bodas de 1 ano, comemorar as bodas do casamento,

Hoje comemoramos 17 anos de casamento. Descobri que são Bodas de Rosas e encontrei estas rosas com três brotos (um ainda por abrir) no jardim do nosso condomínio. Sinal da beleza singela da família que construímos neste período!

A felicidade está mesmo ao nosso redor, basta saber apreciar sem exigir a posse e a permanência, confiando na força da vida que renasce a cada dia quando é bem nutrida e tem espaço para florir espontaneamente.

Por curiosidade, lembrei de escrever sobre a ideia das bodas.

Poucas pessoas conhecem a origem etimológica desta palavra que provém do latim votum, que significa promessa. Quando dizemos “nossas bodas” fazemos referências às promessas feitas pelos noivos no casamento.

Antes de começar a comemorar, eu só conhecia as bodas de prata (25 anos) e de ouro (50 anos), mas ao longo dos anos fui descobrindo os “materiais” que a a cultura popular associou a cada aniversário de casamento, representando a nova etapa a vida a dois.

Listo abaixo as primeiras 25 e convido-os a contarem qual é a sua atual!

01º – Bodas de Papel
02º – Bodas de Algodão
03º – Bodas de Couro ou Trigo
04º – Bodas de Flores, Frutas ou Cera
05º – Bodas de Madeira ou Ferro
06º – Bodas de Açúcar ou Perfume
07º – Bodas de Latão ou Lã
08º – Bodas de Barro ou Papoula
09º – Bodas de Cerâmica ou Vime
10º – Bodas de Estanho ou Zinco
11º – Bodas de Aço
12º – Bodas de Seda ou Ônix
13º – Bodas de Linho ou Renda
14º – Bodas de Marfim
15º – Bodas de Cristal
16º – Bodas de Safira ou Turmalina
17º – Bodas de Rosa
18º – Bodas de Turquesa
19º – Bodas de Cretone ou Água Marinha
20º – Bodas de Porcelana
21º – Bodas de Zircão
22º – Bodas de Louça
23º – Bodas de Palha
24º – Bodas de Opala
25º – Bodas de Prata

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook