Blog Action Day

Vi este vídeo no blog do @miltonjung, da CBN, e lembro de ter participado desta ação ano passado, mas não consegui achar aqui no blog. Jung está recebendo textos, fotos, áudios ou vídeos que tenham como tema principal a pobreza e os veiculará no Blog do Milton Jung. Mande seu material para milton@cbn.com.br

Blog Action Day is an annual nonprofit event that aims to unite the world’s bloggers, podcasters and videocasters, to post about the same issue on the same day. Our aim is to raise awareness and trigger a global discussion.

Fiquei aqui pensando no que já escrevi sobre pobreza. Foram vários posts, viu? Mas hoje a maior pobreza que noto é a de espírito, a dos candidatos à prefeitura que ficam em “debates culturais” (para usar um termo que ouvi hoje pela manhã Arnaldo Jabor falar na CBN), quando na verdade a população precisa de cuidados.

No dia de ação dos blogs contra pobreza eu gostaria de parar para pensar no quanto nós, cidadãos, podemos fazer para cuidar do próximo, da cidade, do país. Cuidar é dar dignidade, tratar com respeito, agir com amor fraterno. Hoje parei no farol de acesso à Radial Leste com meu marido e meus filhos no carro e logo veio um vendedor de balas conversar. Meu marido o chama de Suzuki e o moço, que não tem nada de japonês, fica contente, achando que tem relação com o carro e se entusiasma com o papinho matinal. Guilherme pergunta da família, se já terminou o puxadinho, como estão as vendas. Simples assim. No entanto noto que, quando abre o sinal, ele está sorridente, acenando para nós como se faz a um amigo.  Sim, é um risco – e deve ter sido na primeira vez que ele não fechou a janela na cara do rapaz – mas temos que tentar nos relacionar com os outros, sejam eles iguais ou diferentes de nós. A dignidade de um cumprimento pode mudar a vida da pessoa. Pense nisto. 

P.S. Esta reflexão começou na sexta, quando assisti ao filme Última Parada 174, de Bruno Barreto, sobre a vida do famoso sequestrador do ônibus carioca. Está em cartaz na 32ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.