atividade física / bem estar / destaque

Balé emagrece, modela o corpo e trabalha a mente

Na infância fiz balé, jazz, ginastica rítmica desportiva, muitas danças. Mas confesso que depois da adolescência (quando fiz yoga), nunca mais pensei em dança como uma alternativa de atividade física.

Tenho amigas que fizeram esta escolha – voltaram para o balé clássico ou descobriram danças alternativas, como Dança Indiana ou Dança do Ventre – e sentiram que a vida mudou. Para melhor!

Isso porque a modalidade exige muito do corpo e também da mente, resultando em curvas definidas e na melhora da concentração. Vi dicas de Thaynã Bóer, professora do Ballet Evelyn, dando conta de que o ballet ainda “encoraja a disciplina física, o controle e conhecimento do próprio corpo; e inspira um senso de confiança física e mental”.

Quer um motivo extra?

É possível ter um gasto de até 350 calorias em uma aula de 60 minutos, numa turma iniciante.

No caso de uma turma mais avançada, quando se exige mais agilidade e execução de coreografias, a queima chega a ultrapassar 500 calorias.

Quer um motivo extra para fazer balé?  É possível ter um gasto de até 350 calorias em uma aula de 60 minutos, numa turma iniciante.  No caso de uma turma mais avançada, quando se exige mais agilidade e execução de coreografias, a queima chega a ultrapassar 500 calorias.

E tem mais motivos para escolher o balé como atividade física:

– É uma técnica que trabalha todo o corpo

– Por exigir fôlego, trabalha a respiração

– Propicia uma boa postura e habilidade corporal;

– Fortalece a musculatura

– Trabalha o abdômen

– Melhora a flexibilidade

– Melhora a autoestima

– Libera endorfina, causando bem-estar

– Proporciona mais agilidade e coordenação motora

– Trabalha o controle mental

– Encoraja a disciplina física, o controle e conhecimento do próprio corpo (consciência corporal)

– Inspira um senso de confiança física e mental

– Desenvolve a sociabilidade

– Permite a relação entre emoção, música e movimento

– Promove o conhecimento e gosto pelas outras linguagens artísticas;

– Desenvolve a capacidade criativa.

 


Estatísticas