casa

Quando crianças achamos que podemos ser tudo: jogador de futebol, cantor, atriz de cinema, bombeiro e, por que não, chef de cozinha. Não lembro mais se eu achava que ia ser chef, mas eu pensei por muitos anos em trabalhar com culinária – e desisti quando percebi que gostava tanto da cozinha que queria que ela continuasse sendo meu prazer, não meu negócio.

Bom, nesta quinta eu vou realizar um pouco do meu sonho infantil: fui convidada pela Brastemp para dar uma aula no BGourmet da Casa Cor. Chique é pouco né gente? Me senti TUDO! E quando tive que escolher a receita (o menu na verdade), voltei lá na minha infância e tirei uma das primeiras receitas legais lá do livro da vovó que eu acertei fazer sozinha: Filés de linguado à Thermidor, acompanhados de arroz dourado.

Claro que, para ter um bom tempero na comida, eu vou dividir a cozinha da Casa Cor com o Gui, né?

Cozinho desde os 9 anos e comecei só para poder lamber a bacia de bolo sozinha. Aos doze minha avó Maria Augusta me presenteou com um livrão de culinária, com o qual comecei os testes da alquimia de temperos e sabores – e do qual tirei esta receita de peixe. Antes de optar por jornalismo quase ingressei no curso de Restauranteur e ainda hoje me sinto dividida, mas preferi deixar a culinária para o prazer de receber os amigos na minha cozinha. O Conversas de Cozinha, blog que mantenho desde 2007, é um reflexo dos papos que Gui e eu temos na nossa cozinha (ou nas dos amigos) envolvendo o universo da gastronomia.

E eu posso levar alguns convidados, queridos. Quem tiver vontade (e dispobinilidade) de ir ao Jockey Club de São Paulo (Av. Lineu de Paula Machado, 1.075 – Cidade Jardim – São Paulo – SP) nesta quinta, 01/07, às 19h, por favor, deixe seu nome aí nos comentários ou RT neste link http://migre.me/SV3j ok? Vou dar um par de convites para quem comentar e outro par para os que participarem com retuites.


P.S. A Brastemp se preocupa em enxergar o ‘não óbvio’ das coisas, por isso propôs o desafio aos arquitetos – Marta Sá Oliveira, Selma de Sá Moreira, Bya Barros, Brunete Fraccaroli, Antonio Ferreira Jr, Mario Celso Bernardes, Maristela Gorayeb, Camila Catelan, Guto Requena, Mauricio Arruda e Tatiana Sakurai – para desenharem espaços criativos no BGourmet baseados nas peculiaridades da África do Sul. O continente está em foco devido à Copa do Mundo, mas a escolha do local tem o objetivo de enxergá-lo além do safári e do futebol.

Você pode gostar também de ler:
Há alguns anos, meu marido e eu temos alterado, alimento por alimento, bebida a bebida,
Nesta semana falei de migrantes e do que nos faz ser de um lugar ou
Gosta de curiosidades, tipos urbanos exóticos, cidades que nunca dormem e comida japonesa? Se seu
Você é daquele tipo de consumidor que baseia suas escolhas em valores? Eu sou. Se
Nossa nova diversão no horário do jantar é ver as famílias cozinhando juntas suas receitas tradicionais
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas