Atelier Nobre Sucata

Atelier Nobre Sucata red
Obra de Cris Moura

Manoel Gonçalves (do blog Coisas de Manogon) me convidou para uma mostra do qual será curador. A  Exposição Diálogos, do Ateliê Nobre Sucata, abre amanhã às 17 h, no Tendal da Lapa (Rua Guaicurus, 1100 e Rua Constança, 72 – Lapa, São Paulo, SP). Manoel garante que é “uma ótima oportunidade para entrar no universo criativo desses artistas e perceber as diversas maneiras e suportes que eles encontram para expressar o amor à arte”.

Obra de Vicente Conte.

O Ateliê Nobre Sucata surgiu em 2003 da idéia de dois formandos da EPA (Escola Panamericana de Arte) que, influenciados pelos antigos ateliês do séc. XVIII, criaram um espaço onde pudessem continuar trabalhando e mantendo o espírito criativo mesmo após o término do curso. Rapidamente outros alunos e artistas aderiram à ideia formando o GAPIS (Grupos de Artistas-Plásticos Independentes). Os artistas expositores de Diálogos são os membros fixos do grupo: Cris Miura, Júlio Loureiro, Márcio Caetano, Vicente Conte.

Atelier Nobre Sucata
Obra de Júlio Loureiro.

A ideia defendida no site do Ateliê Nobre Sucata é interessante: ser um templo da arte, um local de reflexão, troca de ideias e experiências, produção artística e, acima de tudo, liberdade. “Não importa o estilo, vertente ou crença, um espaço independente e sem fins lucrativos que visa somente a interação de indivíduos com uma paixão em comum: arte.”

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook