Ateliê Vivo

As meninas que colaboram no blog me contaram há semanas deste projeto e eu estava esperando que depois de uma das oficinas elas contassem por aqui. Mas, hoje pensei, chega de esperar. Tanta gente pode aproveitar esta dica, né?

A ideia é tão simples que assusta: em tempos de See now, Buy now, o Ateliê Vivo questiona o modo de produção atual, seu aceleramento e desvalorização, ao proporcionar essa experiência para todos.

Eu, que fiz o primeiro curso de costura nas férias escolares quando tinha 12 anos (sério!) e me rendi de fato à costura nas primeiras férias da faculdade, defendo sempre a costura como terapia, atividade de empoderamento, de construção de uma vida sustentável e autônoma.


“Costura que curaCostura que cura”.

Gosto tanto da ideia.

E pratico.

🙂

atelie vivo aulas de costura de graça em sP

O projeto que trago hoje tem um plus sobre as aulas de costura tradicional. Um não, na verdade muitos.

  • É praticamente gratuito
  • Acontece nos finais de semana em São Paulo no polo da manufatura têxtil de São Paulo, no bairro do Bom Retiro
  • Cada um pode efetivamente costurar sua própria peça nas máquinas de costura disponibilizadas àqueles que querem produzir sua própria peça
  • O ateliê funciona todos os sábados, das 14h às 21h, na Casa do Povo, um centro cultural e colaborativo,
  • Há moldes disponíveis de estilistas como Fernanda Yamamoto, Alexandre Herchcovitch e Fabia Berscek.
  • Basta chegar antes das 13h30, com os seus tecidos, aviamentos e afins, colocar o nome na lista e retirar uma senha. A equipe do G>E oferece orientação técnica às 10 pessoas que se inscreveram para participar da atividade.

atelie vivo aulas de costura de graça em sP

A iniciativa é da estilista Karlla Girotto, que criou o G>E (Grupo Maior Que Eu), que doou seus próprios moldes, junto com alguns amigos do mundo da moda. Assim, há um ano e meio, surgiu a primeira “biblioteca” pública de modelagens na cidade.

Amou? Já quer ir nesta semana? Veja algumas dicas antes de ir lá:

  • retirada de senha no dia da participação, 30min antes do início (13h30). A inscrição agora será por ordem de chegada, disponibilizamos 10 vagas por sábado.
  • levar o próprio tecido e aviamentos específicos. O pessoal vende kits de tecidos que são ajudam a garantir a sustentabilidade financeira do projeto 
  • ter noções básicas de costura
  • para quem quer aprender o básico do comecinho, todos os primeiros sábados do mês a Aula Faça Você Mesmo
  • o coletivo disponibiliza o kit com acessórios de costura para o uso no dia, mas se quiser levar, ótimo
  • atividade é gratuita, mas o pessoal pede uma colaboração espontânea para manter o projeto – manutenção das máquinas, quebra de agulhas, reposição de materiais e ajuda de custo aos monitores saem dessa verba

Serviço

  • Ateliê Vivo
  • Datas: todos os sábados, das 13h30 às 21h
  • Local: Casa do Povo – Rua Três Rios, 252 – Bom Retiro, São Paulo
  • Mais informações na página do Ateliê Vivo no Facebook

P.S. Quem paga? Por enquanto, eles são independentes. A partir do ano que vem, também terão financiamento do Proac (Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura da cidade de São Paulo), sinal de que a ideia veio para ficar.

 

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.