As Redes sociais e a Convergência Midiática

Primeiro prêmio de Cannes para novas mídias: Mil Casmurros #cpbr4
Foto do painel de abertura da #cpbr4 nesta terça, cena em que Luis Erlanger mostra com orgulho o primeiro prêmio de Cannes para novas mídias: Mil Casmurros. Exemplo de transmídia mostrado no painel Da Campus para a tela.

Este é um dos temas mais tratados por aqui e, confesso, dos que mais me atraem atualmente nas mídias sociais: a convergência midiática que ganhou impulso fenomenal com as redes sociais.

Você acha que passa ileso a esta forma de consumir cultura?
Veja minha situação? Sempre que posso eu me dou o prazer de assistir a novela das sete – agora Ti-ti-ti – mas este não raro ainda é horário de trabalho. Eu assisto tuitando – comentando no Twitter o que vejo e conversando com outras pessoas que eu sei que gostam e estão vendo na mesma hora. Da mesma forma eu tenho um grupo de amigas que surgiu do horário de ver o seriado House na TV – as quintas à noite – e nossa turma me faz sentir que estou numa sala com as amigas, curtindo o que temos em comum.

A convergência midiática fez com que as empresas de mídia criem ações para atender ao seu público e antever necessidades deles, cobrindo vários espaços e procurando, não raro, se relacionar com quem é fiel frequentador destes grupos e redes.

E para falar sobre como as mídias tradicionais incorporaram blogs, twitter, aplicativos e outros canais sociais no seu dia-a-dia, agora à tarde estarão reunidos na arena de social media pessoas envolvidas no processo:

  • Daniela Pereira – Gerente de Conteúdo Transmídia da Rede Globo, é responsável pela gestão do relacionamento da marca com a audiência no site, nas mídias sociais e na Central de Atendimento ao Telespectador (CAT).
  • Rafael Losso – Rafael Losso é coordenador de conteúdo do Portal MTV, onde trabalha desde 2002. Foi âncora, repórter e editor do Jornal da MTV, além de ter aprersentado programas como Banda Antes, Cliperama e Control Freak, etc.
  • Pedro Doria – Esteve entre os fundadores dos sites No. e NoMínimo, marcos na internet brasileira. Foi Knight Latin American Fellow na Universidade de Stanford e atualmente é editor-chefe de conteúdos digitais e colunista de tecnologia do jornal O Estado de São Paulo.
  • Rafael Sbarai – Mestre em Jornalismo Digital pela Faculdade Cásper Líbero, é editor do site da revista Veja e responsável por estratégias em redes sociais.
  • Pyr Marcondes – É jornalista, publicitário, consultor e autor de diversos livros. Lançou no Brasil em 2005 o Projeto internacional de Marcas Superbrands. É editor da revista Meio Digital, da Editora Meio & Mensagem, e diretor do Wave Festival.

E se você não está na Campus Party, pode ver pelo www.tv.campus-party.org

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook