As cidades brasileiras de melhor custo-benefício para viajar #kmdefamilia

Um os meus planos para 2014 é viajar. Não sou do tipo que precisa de glamour, viagem pro exterior e muitas milhas, simplesmente gosto de sair da rotina e ver coisas, lugares, pessoas novas.

Por isso achei super útil esta lista do site Trivago, elaborada com base em um algoritmo que leva em consideração o tHPI (Índice de Preços de Hotéis trivago) e o Ranking de Reputação das acomodações.

Se o custo-benefício de uma viagem é um dos critérios para escolher um destino, saber quais são as 10 cidades brasileiras que saem mais em conta para os viajantes é uma mão na roda.

20140202-005520.jpg

1º – Guarapari, Espírito Santo
Índice: 96,05%
Valor médio de pernoite por pessoa: R$ 110
A cidade de Guarapari, no litoral do Espírito Santo, ficou em primeiro lugar no ranking de melhor custo-benefício do Brasil. Na lista mundial, esse destino ficou em 33º lugar. O local é muito frequentado pelos vizinhos de Minas Gerais e possui passeios e atividades para todas as idades, incluindo bares, casas noturnas, restaurantes, um aquário e muitas opções de cursos de mergulho.

20140202-005737.jpg

2º – Maragogi, Alagoas
Índice: 95,38%
Valor médio de pernoite por pessoa: R$ 102
Conhecida como “o Caribe brasileiro”, Maragogi fica na Costa dos Corais, a 140 quilômetros de Maceió. A vila ficou em segundo lugar na lista do país e em 71º no ranking mundial de custo-benefício. Piscinas naturais, paisagens paradisíacas e a gastronomia caracterizada por frutos do mar são alguns dos atrativos deste destino.

20140202-005824.jpg

3º – Canela, Rio Grande do Sul
Índice: 95,36%
Valor médio de pernoite por pessoa: R$ 139
Para quem gosta de curtir um pouco de frio, a cidade de Canela, no Rio Grande do Sul, é uma opção com bom custo-benefício, de acordo com o ranking. Em terceiro lugar na lista, este destino localizado na Serra Gaúcha tem muitas opções de restaurantes e atividades de ecoturismo, como trilhas, tirolesas e cascatas.

20140202-010004.jpg

4º – João Pessoa, Paraíba
Índice: 94,96%
Valor médio de pernoite por pessoa: R$ 123
A primeira das seis capitais que apareceram na lista de melhor custo-benefício é João Pessoa, na Paraíba. Além de belas praias, a cidade chama atenção pela arquitetura histórica, pela cultura, gastronomia e pelo comércio variado, que a deixa à altura de outras capitais nordestinas maiores, como Natal e Recife.

20140202-010222.jpg

5º – Aracaju, Sergipe
Índice: 94,33%
Valor médio de pernoite por pessoa: R$ 128
A capital do Sergipe tem jeito de cidade do interior e esse é um dos motivos que fazem de Aracaju um destino tranquilo e ideal para descanso. Assim como outros destinos litorâneos, as praias são belas e a gastronomia típica da região chama a atenção dos turistas que passam por lá.

20140202-010341.jpg

6º – Cabo Frio, Rio de Janeiro
Índice: 94,25%
Valor médio de pernoite por pessoa: R$ 134
Águas cristalinas, areia branca e fina e ondas propícias para o surfe são algumas das qualidades mais marcantes de Cabo Frio, no Rio de Janeiro. A cidade, que fica a 160 quilômetros da capital fluminense, possui ainda uma agitada vida noturna e ambiente propício para mergulho. E, como o nome diz, é bom se preparar para sentir a água do mar bem fria.

20140202-010434.jpg

7º – Curitiba, Paraná
Índice: 93,59%
Valor médio de pernoite por pessoa: R$ 142
Em sétimo lugar no ranking, Curitiba é intitulada de “capital ecológica do Brasil”, devido a seus belos parques, praças e jardins que colorem o visual do lugar. Por isso, o grande atrativo deste destino são os passeios ao ar livre em lugares como o jardim do Museu Oscar Niemeyer, o Jardim Botânico e parques Barigui e Tanguá, além do centro histórico.

20140202-010614.jpg

8º – Maceió, Alagoas
Índice: 93,57%
Valor médio de pernoite por pessoa: R$ 153
Com uma orla urbana de cair o queixo, Maceió apareceu em oitavo na lista do Trivago. Durante o dia ou à noite, a cidade tem agitos e programas para diferentes públicos, com variedade de restaurantes e cabanas de praia. Mesmo assim, é possível encontrar tranquilidade longe do centro, como em Pratagi e Ipioca.

20140202-010725.jpg

9º – Florianópolis, Santa Catarina
Índice: 93,57%
Valor médio de pernoite por pessoa: R$ 145
Florianópolis, a nona cidade do ranking, é capaz de agradar turistas que buscam agito e aqueles mais interessados em descanso. Na orla norte, as praias mais badaladas dominam, enquanto ao sul é a vez das áreas calmas. Mas além delas, ainda há diversas possibilidades de passeios em lugares como lagoas, mangues, montanhas e dunas, além de atividades culturais e dos restaurantes que oferecem pratos típicos de camarão, ostra e tainha.

20140202-010842.jpg

10º – São Luís, Maranhão
Índice: 93,26 %
Valor médio de pernoite por pessoa: R$ 134
Visitar São Luís é fazer uma viagem no tempo. Com fachadas de casarões enfeitadas com ladrilhos e azulejos, a cidade é uma mistura rica de culturas de outros países, como França, Portugal, Espanha e Holanda, que dominam o Centro Histórico. Em São Luís, 4.000 imóveis são considerados pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade.

[update]
Deixo aqui uma dica: uma startup criada por jovens brasileiros da uma mãozinha para quem quer viajar gastando menos nas passagens. O Voopter é o buscador que compara os preços de passagens aéreas de agências online e companhias aéreas, em tempo real, dentro de um período que pode ter até quatro datas de embarque e desembarque diferentes. Você seleciona as possíveis datas da sua viagem e ele te mostra as opções mais baratas. Conheça aqui voopter.com.br.
[/update]

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook