mãe

Estamos visitando os avós em Curitiba e nesta manhã de domingo, entre a casa dos meus pais e dos pais do Gui, fizemos uma pausa para apreciar as cerejeiras em flor na Praça do Japão, no Batel.

20110717-145906.jpg

O céu do Sul deixa tudo mais bonito, realçando as cores das flores.

20110717-150116.jpg

E as crianças aprendem a valorizar as pequenas delicadezas do cotidiano com a consciência de que uma flor tão delicada produz tamanha beleza e que seu “trabalho” ganha um valor imensurável porque é feito de um coletivo, não apenas de uma só beleza que se sustenta (e ostenta) sozinha.

20110717-151640.jpg

🙂

P.S. E para provar que é possível educar os olhos para uma diversidade estética, quando estávamos saindo de lá, já no carro, #aos8 pediu para tirar uma foto do outro lado da praça, aquele para o qual ficamos de costas, embevecidos com as cerejeiras em flor. O olhar dele nos deu a bela foto abaixo – e me encheu de orgulho!

20110717-150855.jpg

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas