destaque / entretenimento


Nos próximos dias, praças, centros comerciais e estações do Metrô e da CPTM se transformarão em palcos das mais expressivas artes da cultura popular, como forró, catira, cantigas de São João, Festa do Boi, orquestras de viola, Roda de Coco e quadrilhas.

Em cada ponto, um artista dará inicio às apresentações tocando cantigas de São João para criar a atmosfera da festa. E durante a programação do Arte na Rua, um correio elegante ainda vai circular pelo público, estimulando as pessoas a trocarem as famosas mensagens da brincadeira.

Quer mais? A temporada 2016 se encerra com uma grande festa no sábado, dia 18 de junho, a partir das 12h30, quando todos os grupos participantes da iniciativa se encontrarão no vão livre do Masp, na Avenida Paulista, para celebrarem juntos com o público o ciclo de São João.

O ‘Arte na Rua’ é uma iniciativa da Globo que valoriza o espaço público como o maior e mais democrático de todos os palcos. A edição de festas juninas conta com o apoio do Metrô, da CPTM e das Prefeituras de São Paulo, Guarulhos e Diadema.

Confira a programação completa, sujeita a alterações:

Dia 13/06

Estação Barra Funda (CPTM)

11h10: Coco de Roda – Balé Folclórico Abaçaí

11h50: Trio de Forró – Trio Pernambuco

12h30: Quadrilha de Melão

 

Estação Sé (Metrô)

17h30: Coco de Roda – Balé Folclórico Abaçaí

18h10: Trio de Forró – Trio Pernambuco

18h50: Quadrilha de Melão

 

Dia 14/06

Estação Pinheiros (CPTM)

11h30: Coco de Roda – Balé Folclórico Abaçaí

12h10: Trio de Forró – Trio Pernambuco

12h50: Festa do Boi – Balé Folclórico Abaçaí

 

Estação Franco da Rocha (CPTM)

17h30: Coco de Roda – Balé Folclórico Abaçaí

18h10: Trio de Forró – Trio Pernambuco

18h50: Festa do Boi – Balé Folclórico Abaçaí

 

Dia 15/06

Estação Itaquera (CPTM)

10h10: Quadrilha de Melão

10h50: Violeiros Raízes da Viola

11h30: Coco de Roda – Balé Folclórico Abaçaí

 

Calçadão D. Pedro II – Guarulhos

16h: Quadrilha de Melão

16h40: Violeiros Raízes da Viola

17h20: Coco de Roda – Balé Folclórico Abaçaí

 

Dia 16/06

Praça Castelo Branco – Diadema

11h30: Festa do Boi – Balé Folclórico Abaçaí

12h10: Trio de Forró – Trio Pernambuco

12h50: Quadrilha de Melão

 

Estação Osasco (CPTM)

17h: Festa do Boi – Balé Folclórico Abaçaí

17h40: Trio de Forró – Trio Pernambuco

18h20: Quadrilha de Melão
Dia 17/06

Praça da República

12h: Catira Bota de Ouro

12h40: Festa do Boi – Balé Folclórico Abaçaí

13h20: Orquestra Caipira de Registro – SP

 

Estação Tatuapé (Metrô)

17h: Catira Bota de Ouro

17h40: Festa do Boi – Balé Folclórico Abaçaí

18h20: Orquestra Caipira de Registro – SP

 

Dia 18/06

Av. Paulista (vão do Masp)

12h30: Arraiá Arte na Rua

 

Grupos participantes:

Bonecões Gigantes de Caçapava

Criados com materiais sustentáveis como papel e bambu, os personagens que formam a quadrilha são inspirados em pessoas lendárias do Vale do Paraíba. A apresentação celebra o casamento de Bastião Bomba e Terezona. O padre Raimundão e a mãe da noiva, Filó, colocam todo mundo para dançar. São 20 bonecos em cena e um grupo ao vivo tocando as canções tradicionais de São João.

Busquei referências desses bonecos e achei o vídeo abaixo:

Quadrilha de Melão

Ao som da sanfona, triângulo, violão e zabumba, a quadrilha vai convidar o público a ser brincante nesta dança. A Quadrilha de Melão, de São Paulo, composta por 16 artistas, apresentará as danças de pares característica do sudeste.

Festa do Boi Bumbá


Muito forte nas regiões norte e nordeste do país, a Festa do Boi ou Bumba Meu Boi estará presente no Arte da Rua com toda sua força mitológica e com suas vivas cores. O Balé Folclórico de São Paulo – Abaçaí representa esta identidade brasileira, uma dança do folclore popular que integra humanos e animais fantásticos, e gira em torno de uma lenda sobre a morte e a ressurreição de um boi.

 

Orquestra Caipira de Registro e Violeiros Raízes da Viola de Guarulhos

Existem violeiros em todos os cantos de São Paulo. Canções, composições e ponteios da tradição caipira serão executados por uma reunião de violeiros que por meio de suas modas de viola, trarão grandes canções de Tonico e Tinoco, Inezita Barroso, entre outros.

Da cidade de Registro, do Vale do Ribeira, e de Guarulhos, violeiros tradicionais vão apresentar canções e modas de viola paulista.

 

Coco de roda


Representado pelo Balé Folclórico Abaçaí, o Coco de roda, ritmo típico do Nordeste conhecido por sua influência africana e indígena, é uma dança de roda acompanhada de cantoria e palmeado. O público certamente será chamado a formar uma grande ciranda e vivenciar, por meio da dança, esta manifestação de muita musicalidade e corporalidade brasileira.

Trio de Forró

http://youtu.be/5Ni6-J7PodI

O Trio Pernambuco, um trio tradicional de forró (sanfona, triângulo e bumbo) animará as intervenções do ‘Arte Na Rua’ tocando xote, forró, arrasta pé e baião, representando a riqueza dos grandes arraiais de Pernambuco, Paraíba, Bahia e Ceará.

 

Catira


Catira e cateretê são denominações de nossas danças de sapateado derivadas do antigo fandango português. Ponteiam todo o Estado, incluindo a Grande São Paulo. Pertencente ao núcleo das danças de palmeados e sapateados, acompanhados, sempre, por duplas de violeiros que alternam as modas com a atuação dos catireiros. Antes essencialmente uma tradição masculina, muitos grupos já admitem a participação de mulheres na dança. No ‘Arte na Rua’, os catireiros do grupo Catira Botas de Ouro, de Guarulhos, farão parte da programação mostrando o sapateado e palmeado junto à viola caipira.


Estatísticas