bem estar / cidadania / destaque

1934753_977480982288608_64423695799992841_n

A Câmara dos Deputados aprovou o polêmico projeto que dispensa símbolo da transgenia em rótulos de produtos. De acordo com o controverso Projeto de Lei 4148/08, o aviso aos consumidores somente será obrigatório nas embalagens dos alimentos que apresentarem presença de organismos transgênicos “superior a 1% de sua composição final, detectada em análise especifica” e acaba com a exigência do símbolo da transgenia nos rótulos dos produtos com organismos geneticamente modificados (OGM), como milho, arroz, óleo de soja, fubá e outros produtos derivados. A proposta ainda vai passar por votação no Senado.

O que podemos aprender com esse incidente? Que passou da hora de “perdermos” mais tempo no mercado, em busca de opções saudáveis.

Vamos aprender a ler embalagens e saber distinguir os ingredientes!

O deputado que apresentou a proposta de mudança, Luis Carlos Heinze, diz que o projeto não omite a informação sobre a existência de produtos transgênicos. Porém, é bom lembrar que tira de nossas vistas a informação, que será incluída em letras minúsculas na embalagem.

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira, o polêmico projeto que acaba com a exigência do símbolo da transgenia nos rótulos dos produtos com organismos geneticamente modificados (OGM), como milho, arroz, óleo de soja, fubá e outros produtos derivados. O Projeto de Lei 4148/08, do deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS), foi aprovado por 320 votos a 135. A proposta ainda vai passar por votação no Senado.  De acordo com o controverso projeto, o aviso aos consumidores somente será obrigatório nas embalagens dos alimentos que apresentarem presença de organismos transgênicos “superior a 1% de sua composição final, detectada em análise especifica”.

“De acordo com o texto aprovado, nos rótulos de embalagens para consumo final de alimentos e ingredientes alimentares destinados ao consumo humano ou animal deverá ser informada ao consumidor a presença de elementos transgênicos em índice superior a 1% de sua composição final, se detectada em análise específica. A redação do projeto deixa de lado a necessidade, imposta pelo decreto, de o consumidor ser informado sobre a espécie doadora do gene no local reservado para a identificação dos ingredientes.” 

Foram 320 votos a favor e 135 contra. Veja no link abaixo, a lista de quem votou, dou ênfase para o deputado Celso Russomano que “defende” o consumidor e votou a favor da retirada do símbolo.

E você, o que acha do projeto que dispensa o símbolo da transgenia nos rótulos dos produtos?

Você costuma ler as embalagens? Tem duvidas? Compartilhe com a gente!

The following two tabs change content below.

deboradomingues


Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas