Apostilas são responsáveis pela falha no ensino?

Todos os direitos reservados @samegui

No domingo eu e @cybelemeyer trocamos mensagens sobre uma matéria da Folha de S. Paulo que chamava atenção de quem se interessa por educação. Segundo texto de Antonio Gois, um terço dos colégios particulares brasileiros usa apostilas elaboradas por redes de ensino privado para substituir ou complementar livros. Qual a polêmica? É que,  diferentemente dos livros didáticos, as apostilas não são avaliadas pelo Ministério da Educação.

O tema virou post no Mãe com filhos e eu relembrei muito da minha educação – sem falar no que vivencio diariamente com meus filhos.

Como aluna eu usei apostilas na quinta e na sexta série do ginásio, só. Antes e depois foi sempre livro didático.
Meus flihos sempre usaram apostila, são de uma geração que já incorporou de tal forma o conteúdo direcionado e mesclado (a imensa vantagem das apostilas, a meu ver, é programar o conteúdo de forma casada entre as disciplinas, coisa mais exigente de fazer usando livros) que para eles é natural.

Sob o ponto de vista ergonométrico, acho que é mais saudável também pois as apostilas são divididas em bimestres ou trimestres e não sobrecarregam as mochilas. Mas acho que é válido reforçar com pais e professores que as crianças precisam aprender a ver nos livros obras de referência para seus trabalhos e seu conhecimento, como uma forma de se aprofundar nos temas estudados – ou de, como faço muito com os meninos e aprendi com minha mãe lendo Trópico Ilustrado, descobrir nas obras de referência o espaço para se tornarem detentores de conhecimento sobre o que eles gostam.

E você, acha que as apostilas são responsáveis pela falha no ensino? A Cybele não vê assim

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook