Aposte na simplicidade para ser feliz

“Felizmente existe a ideia da simplicidade, e esta é, digamos, simples desde sua origem. A palavra é formada por duas outras de origem latina: sin, que significa único, um só, e plex, que quer dizer dobra. Ser simples significa ter uma só dobra, ao contrário do complexo, que tem várias. Simples!”

simplicidade - receita para ser feliz

Confesso que, ao ler o título, já achei que ia me identificar. Criada com muitos pratos, talheres, copos e tudo mais “específico” para cada coisa, foi ao ter minha casa que eu percebi que gosto das coisas simples e práticas no cotidiano e que me sinto realmente feliz com estas escolhas.

A reportagem que li (cujo excerto está acima) citava dois pensadores muito diferentes e, ao mesmo tempo, muito parecidos porque, segundo o texto, “ambos carregam uma leveza própria das pessoas que decidiram não complicar, sem abrir mão de seus desejos, projetos, pequenos luxos, enfim, da vida normal. Pessoas assim, que fazem a opção da simplicidade, têm alguns traços comuns”.

Eles indicam cinco afinidades com as quais me identifiquei:

1. São desapegadas: não acumulam coisas, fazem uso racional de suas posses, doam o que não vão usar mais.
2. São assertivas: vão direto ao ponto com naturalidade, mesmo que seja para dizer não, sem medo de decepcionar, não “enrolam” nem sofisticam o vocabulário desnecessariamente.
3. Enxergam beleza em tudo: em uma flor no campo e em um quadro de Renoir; em uma modinha de viola e em uma sinfonia de Mahler; em um pastel de feira e na alta gastronomia.
4. Têm bom humor: são capazes de rir de si mesmas e, mesmo diante das dificuldades, fazem comentários engraçados, reduzindo os problemas à dimensão do trivial.
5. São honestas: consideram a verdade acima de tudo, pois ela é sempre simples e, ainda que possa ser dura, é a maneira mais segura de se relacionar com o mundo.

Vocês também se identificaram? E tem outros pontos que notam serem comuns de pessoas que optaram pela simplicidade como caminho para uma vida feliz? Comente aí!

P.S. E a foto, gostaram? É uma árvore que fica na frente do portão do prédio e as flores são muito delicadas. Sempre tiro fotos delas e me encanta ver como neste “tiquinho” cabe tanta vida!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook