a vida quer

Não posso deixar de registrar aqui: três amigas estão agora no time das mães. Que delícia! Agora passaremos a ter mais uma coisa em comum, o que acho bárbaro, pois são mulheres muito inteligentes e pessoas meigas.
Parabéns para a Erica, nossa amiga de cefet, que teve a Noemi há alguns dias (não sei precisar quantos porque ela não me contou, eu é que estive fazendo minhas contas e cobrei dela), a Priscila, minha colega de faculdade que teve a coragem de ter a Sofia lá em Londres em pleno doutorado!, e a Renata, minha vizinha de prédio ainda do ginásio, advogada e doutora em Direito pela Universidade de Salamanca, que hoje me contou que está grávida de 7 semanas.

Em tempo: também nestes dias Leticia Yumi e Olivia Karen, filhas de duas amigas tão profissionais que nem cogitavam ser mães, completaram um ano. E olhe que nem Andréa largou a Embraer nem Marianna deixou de sua carreira no Colorado. Como são mães? Os pais, na ânsia de terem “seus” sonhos realizados, assumiram boa parte do ônus… e dos bônus.

P.S. Ser um bom pai vale a pena? Li um post da minha amiga Tati sobre o pai dela que me emocionou profundamente! Está aqui. Vale a pena ler também um desabafo de mãe que ela fez sobre o filho.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas