bem estar

O Banco de Leite do Hospital Agamenon Magalhães, (HAM), no bairro de Casa Amarela, no Recife, solicitava doações no começo do ano. Ao ler as informações da matéria lembrei da necessidade de relembrarmos da importância da doação do leite excedente para os Bancos de Leite.

O leite é usado para alimentar os bebês da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e crianças que estão na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) e no alojamento Canguru – onde ficam os bebês que já saíram do soro e do aparelho de oxigênio, mas ainda precisam atingir o peso ideal antes de ir para casa.

As mulheres que desejarem ajudar o Banco de Leite podem procurar maternidades de suas cidades através do telefone, informando seus dados para receber as recomendações de higiene para a retirada do leite. Após o contato, a equipe do próprio hospital vai até a casa da doadora para fazer a coleta.

E depois, como tratam o leite materno doado?

Ao chegar no hospital, o material é analisado por profissionais e pasteurizado para eliminar as chances de infecção por bactérias, sem comprometer a sua qualidade nutricional. As mães que desejarem também podem se dirigir aos hospitais para fazer a doação in loco e conhecer o processo.

Há também grupos como o Amigas do Peito que desde 1980 atende – já foram cerca de 200 mil atendimentos – famílias que amamentam e interessados em amamentação, através de nossas reuniões de grupos, cartas e emails, atendimentos telefônicos, projetos, oficinas e, claro, o site.

Se você está aleitando ou conhece alguém que está e pode doar leite, puxe a conversa e estimule esta atitude generosa. 😉

Você pode gostar também de ler:
Salvem este nome: Celina Turchi. Ela ganhou o prêmio Prêmio Péter Murányi pelo levantamento inédito
"Beije seus amigos no rosto. Destrua a crença de que a intimidade é algo reservado
Há alguns anos, meu marido e eu temos alterado, alimento por alimento, bebida a bebida,
O feriado de carnaval nem acabou direito e minha timeline ficou lotada de avisos sobre
No Oriente, onde morei e de onde vieram meus ancestrais, a língua é muito observada
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas