destaque / relacionamentos


Logo cedo vi uma imagem com uma mãe e bebê que trazia uma frase atribuída a Marrion Garretty:

“O amor de mãe é o combustível que capacita o ser humano a fazer o impossível.”

Gostei da frase, mas me perturba a evidente sobrecarga sobre os ombros da mulher e um possível desprezo às outras formas de amar e cuidar da vida que não são privilégio nem (sobretudo) responsabilidade exclusiva da mulher (a mãe tão exaltada no segundo domingo de maio).

O fato é que é o amor desde o começo da vida é o que nos capacita a fazer o impossível.

Frequentemente no começo da vida a pessoa mais afeita a esse amor e disponível para oferecê-lo é a mãe.

Mas amor é universal e natural em todos os seres humanos, portanto, basta ser amoroso e os frutos virão. Se eles são naturais, enxertados ou estão só de visita, pouco importa. É a quantidade de amor dado que vale.

Para todos que cuidam com amor de alguém, sejam seus filhos ou seus pais, seus amigos ou seus amores, seus conhecidos ou desconhecidos, um feliz domingo para esse coração generoso que pulsa aí! 

All we need is love. Love is all we need. ❤️

#agentenaoquersocomida 


Estatísticas