Alimentos que trazem a felicidade :)

cevicheclassico_cc50_receberperu_06

Pela primeira vez começo o mês de janeiro, depois das festas de fim de ano e de férias na praia, sem aquela sensação de que preciso desintoxicar. E melhor, além de não ter sentido diferença nas minhas roupas, eu sei que não “jaquei”, ou seja, não fiz extravagâncias na comida ou bebida.

O segredo eu credito a uma mudança que fiz na alimentação em 2016. Aos poucos, num processo que ainda está acontecendo e que creio que vai longe, eu fui tirando comida pronta da rotina. É aquele movimento #comidadeverdade, no qual as pessoas preparam as comidas da refeição, sem tanta pressa, focando na qualidade e nos alimentos vivos.

O resultado foi a descoberta de mais prazer (ainda!) para cozinhar e uma mudança sutil, porém perene, na minha saúde, tanto no aparelho digestivo quanto nas alergias que me incomodavam a vida toda. Não estou curada, mas estou tão melhor que não canso de contar.

É tudo cheio de significado, pois na comida está a vida.

15978081_1182474345122603_94431338156520637_n

Apesar da mudança de dieta em 2016, eu não tinha relacionado ao estado de espírito e ânimo.

Até ler um estudo do microbioma, um caminho para compreender as conexões entre o estado de ânimo e a saúde física que seriam produto de processos comuns.

A inflamação é um nexo comum que une a diabetes, doenças autoimunes e o câncer e poderia ajudar a explicar o fato de aparecerem com certa frequência com algumas doenças mentais como a depressão associadas a outras inflamatórias como a síndrome do intestino irritável. Entender o papel dos micróbios que vivem em nosso intestino na inflamação ajudaria a fornecer uma visão mais ampla sobre um conjunto de doenças que, mesmo parecendo isoladas, poderiam ser tratadas com maior possibilidade de sucesso com uma visão mais ampla. Assim poderão ser feitas intervenções em psiquiatria “com tratamentos que habitualmente são vistos como medicina alternativa, como a dieta, o exercício e padrões de sono adequados” sabendo por que afetam a saúde.

Gostaram?

Que tal seguir algo assim e achar comidas que trazem felicidade?

Deixo abaixo algumas dicas que vi na Casa e Comida, com informações de Alessandra Luglio, nutricionista da clínica P4B, e Tati Lundi, chef e apresentadora do programa Comida.org., do canal GNT.

Perfumando a casa na volta à rotina 🍞🍞 #pãointegral #comidadeverdade #conversasdecozinha #paoterapia

A photo posted by Sam @samegui Shiraishi (@samegui) on

Cacau
É rico em triptofano, aminoácido essencial para a produção de serotonina, que eleva a disposição mental. Ajuda a reduzir a ansiedade e aumenta a sensação de prazer.

Oleaginosas
Castanhas, nozes e amêndoas contêm magnésio e selênio, poderosos antioxidantes. Combatem o estresse e a ansiedade.

Banana
Também apresenta triptofano e carboidratos que ajudam na formação de serotonina. Sem esse hormônio, o organismo fica mais suscetível a problemas como cansaço,
mau humor e depressão.

Ovo
Além do triptofano, o alimento também possui colina, nutriente importante para a saúde cerebral e manutenção da memória.

Folhas verde-escuras
Espinafre, rúcula, brócolis e outros vegetais verde-escuros são fonte de ácido fólico, que auxilia na liberação de serotonina. Também são ricas em magnésio e contêm vitaminas C e A, de efeito antioxidante.

Leite
Contribui para a melhora do humor e da qualidade do sono, graças à presença do triptofano.

Abacate
É uma fonte de vitamina B3 (niacina), elemento que age no sistema nervoso central, colaborando com a manutenção de hormônios que regulama memória, entre outros benefícios.

Pimenta
Contém capsaicina, que aumenta os níveis de endorfina. Por ser um alimento termogênico, ajuda na queima de gorduras.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.