cidadania / destaque

  
Já aconteceu com vocês de amarem algo e repentinamente todo mundo descobrir o quanto é bom e passar a ser de todos?

Esse tipo de situação sucita sentimentos ambíguos: ciúme é posse, orgulho de ter descoberto primeiro até chegar ao prazer de compartilhar algo lindo com o mundo.

Sinto-me assim com Leminski.

Eu era adolescente em Curitiba quando ele morreu e cresci com suas palavras. Delas, os haicais são meus favoritos porque traziam em silêncios propositais que vivem em mim até hoje, são essa apropriação oriental livre e ao mesmo tempo obediente que sinto que sou e falam diretamente do coração sobre as coisas cotidianas que alguns chamam de banais e eu chamo de vida.

E ele é, junto com outro paranaense que amo, o artista plástico Poty Lazaroto, parte da minha vida curitibana da qual tenho saudade aqui em São Paulo.

Agora preciso ir para lá conferir o resultado do projeto “Tudo de cor para Curitiba – Poesia em Cores”, que entregou para a cidade obras do artista curitibano Olho Wodzynski no Dia 29 de março, aniversário de 322 anos da capital paranaense. 

 

As obras estão na região central, da esquina das ruas Doutor Faivre e XV, onde o artista pintou um muro de 18 metros de comprimento por três de altura utilizando pequenos poemas de Paulo Leminski. 

  
Já na pista de skate do Jardim Ambiental, a iniciativa encabeçada pelo produtor esportivo e cultural Ronaldo Miranda, foi criado um colorido desenho abstrato com formas geométricas destaca as ondulações e rampas do equipamento esportivo e de lazer. 

Gosto muito do jeito como Olho se apresenta: 

“Artista Visual e Urbano, Educador de Arte, Fotógrafo, skatista e cicloturista nas horas vagas”.

Licenciado em Educação Artística com habilitação em Artes Plásticas pela UFPR (onde eu também me formei em jornalismo), desde 2002 ele participa de ações artísticas no espaço urbano e diz que tem a cidade, as diversas situações do cotidiano e o comportamento da sociedade como referências para o trabalho visual.  Siga o trabalho dele aqui facebook.com/olhoarts.

Para Olho, a realização das novas pinturas torna seu trabalho mais conhecido e valoriza a arte de rua na cidade.  

“Usei ‘haikais’ e um retrato do poeta, que aprecio desde jovem, no muro que pintei no centro. Na pista de skate, lancei mão de cores vibrantes para compor um desenho geométrico que acompanha o relevo do local.”

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas