bem estar / destaque

sono-da-beleza

No meu primeiro dia com 44 anos, me dei um prazer que eu sempre pensava que era obrigação: dormir cedo. E teve uma coisa extra: eu dormi muito bem!

A verdade é que eu tive um domingo de aniversário muito feliz, um final de semana cheio de atividades, e estava mesmo exausta! Neste processo ajudou comer bem, num horário legal à noite, deixar o quarto convidativo (em ordem e fresquinho, com a cama arrumada me convidando para descansar) e não ligar a TV antes de pegar no sono, nem deixar o smartphone do ladinho da cama.

As dicas parecem banais, mas acho que resumem as mudanças que fizemos na rotina neste século XXI.

Antigamente não havia uma TV por quarto, um “computador de mão” em toda cabeceira, as pessoas comiam bem num horário saudável e no geral fazíamos mais atividades físicas – não esporte, mas caminhar, subir escada, fazer coisas em casa mesmo!

Para quem quer “envelhecer bem” como eu, 0 segredo está em modificar certos hábitos cotidianos e transformá-los em medidas antienvelhecimento.

Não é fácil, mas também não é difícil: é preciso apenas se empenhar.

Que tal começar pelo sono?

A Sociedade Espanhola de Neurologia (SEN) garante que quatro milhões de espanhóis sofrem de insônia. E o resto, embora possam fechar os olhos, ficam assistindo televisão até tarde apesar de ter que madrugar no dia seguinte. É evidente que nos faltam horas de sonho, pois o ideal seria algo entre sete e oito horas é o necessário, segundo Javier Portas, chefe do Serviço de Neurofisiologia e da Unidade de Sono no Hospital Universitário La Ribera.

Essa carência de sono acaba envelhecendo o nosso rosto.

Foi o que demonstrou uma pesquisa científica da fabricante de cosméticos Estée Lauder, realizada em 2013 nos hospitais universitários do Case Medical Center (Ohio, EUA).

Segundo suas conclusões, a pele das pessoas com insônia apresenta uma menor capacidade para se recuperar da exposição diária ao sol que a das pessoas que dormem as horas que precisam. Como consequência, as primeiras apresentam mais sinais de envelhecimento precoce que as segundas. A isso se soma o fato de que a falta de sono diminui a produção de estrogênio e progesterona, hormônios que ativam os mecanismos naturais de reparação da pele, como afirma Kevin Pinski, dermatologista que possui uma clínica própria em Chicago.

Para evitar esses estragos, devemos tentar dormir mais cedo e tirar um cochilo sempre que nosso horário de trabalho permitir.

(hahahaha, o cochilo já é delírio espanhol, né?)

E o papo de restringir o uso do tablet e do celular?

Essa é uma recomendação do médico Christopher Rowland Payne, do centro de cirurgia estética Clínica Londres.

Segundo um recente estudo realizado por ele, com pacientes entre 18 e 39 anos que consultavam seus aparelhos eletrônicos uma média de 150 vezes por dia, observou-se que eles mantinham o pescoço torcido para olhar a tela cria rugas no queixo e no pescoço.

Os segredos contra esses estragos? Não abusar desses equipamentos e consultá-los sempre segurando-os na altura dos olhos. 😉

Você pode gostar também de ler:
Antigamente uma família com alguma condição de incentivar os filhos no estudo detestaria a ideia
O cineasta Rafael Primot juntou um elenco incrível pra contar histórias de amor. Com Maria Luisa
Desde que fiz meu primeiro detox digital, num verão há alguns anos, eu tenho descoberto
Como envolver os estudantes nas decisões da escola e promover uma cultura de participação?  Nesta
Como lembrou Francisco Russo no Anime Pop, “o bom anime japonês tem por tradição lidar
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas