A reciclagem pode brilhar no carnaval?

No ano passado eu perguntei no blog: Carnaval poderia ser sustentável? Conte para onde vai o lixo da festa na sua cidade! Na mesma ocasião Ana Maria Coelho (do blog Lounge Empreendedor) também falava sobre o mercado que envolve a “folia” que faz o Brasil famoso no mundo todo.

Na época, como o blog estava entrando no time de colaboradores do portal Viva Positivamente da Coca-Cola, me contaram de algumas ações que a empresa realiza nos bastidores do carnaval carioca e eu gostei muito do que vi e ouvi. Neste ano trago as novidades antes mesmo de vê-las na TV (é que depois, reparem bem, a gente vê o time apoiado pela empresa limpando o sambódromo e fazendo seu show).

Além do seu camarote (pensado com conceitos sustentáveis) e os brindes que oferecerão aos convidados com imagens que aparecem bem nas revistas de celebridades, a Coca realizará, pela quinta vez consecutiva a coleta seletiva na Sapucaí com 80 catadores de 14 cooperativas, todos uniformizados com camisas feitas com tecidos de PET reciclado. Toda a renda obtida com a venda do material será destinada aos próprios catadores, que contarão com duas caçambas para realizar o serviço. Segundo soube, no ano passado foram recolhidas mais de 83,4 toneladas de materiais recicláveis na ação.

Outro ponto positivo, grande novidade deste ano, remete a um ponto que me incomoda muito nas festas populares: o uso excessivo de lâmpadas! Já notaram como, além da parafernália de som, é uma insanidade de luz para todo lado? Soube que para este ano a agência o painel externo da Coca-Colano Sambódromo usará pó de alumínio (cerca de 10kg de latinhas recicladas moidas) para criar um efeito de brilho, criando um visual de purpurina.

Não é a solução, dirão alguns, e eu concordo. Na verdade, como brasileira que nunca brinca carnaval (dizem que é porque nunca fui a um desfile de escolas de samba, quem sabe?), considero muito desta festa dispensável, mas não critico nem diminuo o valor da paixão e da alegria de quem brinca o carnaval com consciência e por isso todas as iniciativas nesta linha merecem meu apoio.

E aí, queridos?

Convido novamente os leitores a contarem como é no carnaval na sua cidade e se notaram avanços significativos no cuidado com o “rescaldo” das festas por aí.

P.S. O Mudarock  tem um post com dicas para a redução do lixo, uso consciente da água e consumo consciente.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook