conversas de cozinha / destaque / sustentabilidade / viva positivamente

Nesta quinta-feira viajo para o Rio de Janeiro para fazer uma pequena palestra num encontro super especial com mães (e alguns pais) blogueiros e seus filhotes, no qual Del Valle apresentará sua nova campanha.

Depois quero contar com calma da nova campanha – linda! – e hoje vou me concentrar em falar em como a sustentabilidade das embalagens mudou nossa vida.

Somos fãs de suco aqui em casa, considero que é um alimento líquido e, embora adore preparar tudo em casa para os filhotes, eu prefiro levar produtos em embalagem segura quando saímos, viajamos ou quando eles levam lanche para escola. Esta opção de envase de alimentos – e em especial de bebidas – que não precisa de conservantes é uma novidade que não tinha na minha infância. Usávamos garrafa térmica para não estragar a bebida com o calor ou garrafinhas de vidro que, não raro, quebravam na bolsa e faziam muita meleca!

Como já contei, tenho acompanhado as novidades da parceria de Coca-Cola e Tetra Pak e há poucos dias recebi o Relatório de Sustentabilidade 2012/2013 da empresa, que se apresenta como “líder mundial em soluções de processamento e envase de alimentos”. O comunicado aconteceu num evento que criou também um debate sobre o tema com representantes da cadeia produtiva do setor, entre eles Paulo Pianez, Diretor de Sustentabilidade do Grupo Carrefour; Fábio Feldmann, ambientalista e consultor; José Artêmio Totti, Diretor Florestal da Klabin; e Valdecir Viana, da Reciclamp.

  • Os resultados apresentados no relatório apontam para um grande avanço da companhia no que diz respeito à sustentabilidade nos últimos anos. A taxa de reciclagem das embalagens longa-vida no Brasil atingiu o patamar de 30% da produção em 2013, um crescimento de 9% em relação a 2012, chegando a 71 mil toneladas de embalagens da Tetra Pak®.
  • Elaborada de acordo com a metodologia Global Reporting Initiative (GRI) versão G4, a edição 2012/2013 do Relatório de Sustentabilidade da Tetra Pak® traz o seu conteúdo focado nos temas mais relevantes para a empresa e os públicos com os quais se relaciona, identificados a partir de estudo de materialidade, realizado ao longo de 2014.
  • Segundo Fernando von Zuben, Diretor de Meio Ambiente da Tetra Pak® do Brasil, a companhia trabalha de forma estratégica o conceito de valor compartilhado, gerando crescimento com responsabilidade em harmonia com o desenvolvimento sustentável para todos os elos da cadeia em que atua.

Pouca gente pensa nas caixinhas longa vida quando se fala em reciclagem – a garrafa pet, sempre tão vilã, e a latinha de alumínio, sempre citada como boazinha por conta do alto índice de recilagem são mais famosos, eu sei. Mas o tetrapak é uma presença constante nas nossas cozinhas – no leite, nos molhos e cremes – e ele também precisa de um destino adequado.

Como consumidores, creio que, além de seguir a linha “compre localmente, pense globalmente”, favorecendo negócios locais e regionais em detrimento dos que são “importados”, podemos acompanhar as novidades e os avanços sociais dos negócios, buscando responder, de forma positiva (com nossa escolha, a compra e a recomendação) os que atendem aos preceitos da nova sociedade de consumo.

Não precisamos consumir tudo industrializado. Não. Mas se formos comprar alimentos prontos, que seja de fabricantes (e comerciantes) que tenham valores com os quais concordamos.

Entendo que buscar inovações em processamento de envase e embalagens cada vez mais sustentáveis e eficientes não só agrega valor para os negócios, mas também para a sustentabilidade da empresa e toda a sua cadeia produtiva, reduzindo impactos ambientais e protegendo o futuro do planeta.

Todos estes materiais poderiam ser beneficiados com o estímulo à logística reversa.

P.S. Quer saber mais? Aqui é possível ler o relatório na íntegra.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas