A influência dos blogs de viagem sobre o turista brasileiro

Na semana passada recebi o material de um estudo inédito sobre os consumidores 2.0 de viagens no Brasil. Realizado pela ABBV, Associação Brasileira dos Blogs de Viagem, em parceria com a Idealis Pesquisa e Comunicação, a pesquisa mostra a influência dos blogs de viagem sobre o turista brasileiro, numa sondagem que confirma a importância do segmento na tomada de decisão do viajante e mapeia o perfil dos leitores que acompanham os relatos diários dos blogueiros.

Sou amiga pessoal de alguns dos fundadores da associação, uma organização sem fins de lucro que regulamenta e defende os interesses dos blogs que atuam através deste nicho no mercado nacional e que com sua fundação (em meados de 2012) criou um precendente interessante no mercado no qual atuo profissionalmente há mais de 5 anos, neste blog fundado em abril de 2005. O @avidaquer não se enquadra na categoria turismo, apesar de ser sobre consumo de cultura, mas a ideia de promover a integração dos associados para estimular o crescimento desse mercado me agrada sobremaneira e conta com meu apoio. Espero que outros grupos se unam para criar condições para que esse desenvolvimento ocorra de maneira ética e transparente entre blogueiros e empresas, tendo a qualidade e a veracidade das informações compartilhadas como princípios básicos.

E para mostrar como estes negócios 2.0 estão funcionando, posto abaixo o arquivo com os resultados da pesquisa, quem sabe ele poderá lhe animar para suas próximas férias!

 

Posts relacionados

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook