A importância do aprendizado intergeracional para uma navegação segura

20120209-201203.jpg

Nesta semana várias ações marcaram a edição 2012 da campanha mundial “Safer Internet Day“. O movimento (comemorado em 69 países no dia 07/02) surgiu em 2003, na Europa, por iniciativa da Comissão Européia, a partir da rede INSAFE, e tem como principal objetivo conscientizar os internautas para o uso seguro e responsável da rede. Gostei muito do slogan da campanha em 2012: “Conectando gerações e ensinando uns aos outros: descobrindo o mundo digital juntos… com segurança“, enfatizando a importância do aprendizado intergeracional para uma navegação segura.

Várias atividades envolveram a campanha nesta semana com cerca de 50 atividades nos 27 estados. Nesta sexta-feira, 10/02 (de 9h30 às 12h), um debate com as presenças do médico e apresentador Jairo Bauer (TV Cultura), da Procuradora Regional do Ministério Público Federal em São Paulo, Janice Ascari, e eu (jornalista e educadora especializada em mídias digitais) estaremos lá conversando com mediação do psicólogo Rodrigo Nejm, Diretor de Prevenção da SaferNet Brasil.

O simpático é que na mesa estarão mães e filhos (um deles é o meu filho, @enzobuzz, de 11 anos), juntos, relatando as experiências e descobertas no mundo digital. Como reforça Rodrigo, “a campanha reforça a ideia de que nas mais diferentes idades nós podemos desfrutar das oportunidades que a Internet oferece e que a navegação pode ser ainda mais rica quando estamos dispostas a aprender e ensinar uns aos outros a cada novo clique”.

Se por um lado crianças e jovens aprendem com muita rapidez a surfar nas inovações tecnológicas, deixando os pais e educadores muitas vezes assustados, sabemos que ética, cidadania, responsabilidade, consciência crítica e segurança são temas que os adultos podem (e precisam) ensinar aos jovens também no que diz respeito ao mundo digital.

Estão previstas inúmeras outras atividades a serem desenvolvidas nos 27 Estados brasileiros, em parceria com diversas instituições, tais como: Petrobras, GVT, Childhood Brasil, Oi Futuro, Polícia Federal, Ministérios Públicos, Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República, Grupo Educacional, Andi, Canal Futura dentre outras. A SaferNet Brasil tem disponibilizado gratuitamente para as instituições parceiras dezenas de kits com materiais educativos e de prevenção aos crimes cibernéticos.

O convite está aberto para qualquer organização comprometida com o ideal de uma Internet segura, incluindo veículos de comunicação, empresas, ONG’s, escolas e instituições públicas. As instituições interessadas podem cadastrar suas atividades no site do Dia Mundial da Internet Segura, o que ajudará a divulgar as boas práticas em curso no Brasil para promover uma Internet cada vez mais legal e divertida.

[update]

Nesta primeira parte, temos uma rápida introdução a tematica feita pelos mediadores Rodrigo Nejm, que é Psicólogo e Diretor de Prevenção da SaferNet Brasil e a pela Procuradora da República em São Paulo Drª Fernanda Teixeira

Nesta segunda parte, o foco esta no relato dos participantes da mesa sobre a descoberta do mundo digital, promovendo o encontro entre gerações de pais e filhos para revelar como aprendemos uns com os outros no mundo digital.

Esta terceira parte do debate, Bruno e Enzo fazem relato de suas descobertas do mundo digital. O tópico seguinte foi, os perigos e riscos presenciados no mundo digital, onde os convidados Janice Ascari e Jairo Bouer fazem seus relatos.

A quarta parte do debate “Conectando Gerações” fica por conta dos relatos de Samantha Shiraish, Anisia Spezia, Bruno e Enzo sobre os perigos e riscos presenciados no mundo digital.

Nesta quinta parte, Jairo Bouer fala sobre a “Promoção do autocuidado”. Em seguida temos inicio as perguntas do publico.

Continuando com as perguntas do publico, a sexta e ultima parte do debate “Conectando Gerações” buscou em uma descontraída, discutir as lembranças do primeiro acesso, as tecnologias disponíveis no passado, os limites e excessos de brincadeiras on-line e casos emblemáticos relacionados à Internet que os convidados já viveram em suas famílias.

 

Posts relacionados:

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook