A fantástica fábrica de cerveja

cerveja

Quem não sonhou com um mar de chocolate quando viu o filme A Fantástica Fábrica de Chocolate? Sinceramente, não acredito que alguém, criança ou adulto, conseguiu ver o alemãozinho Augustus caindo naquela delícia sem desejar o mesmo!

Meu sangue alemão (de minha mãe herdei o sobrenome Hoffmann) não é doido por chocolates, chucrute ou einsbein, mas tem um fraco por cerveja. Meu marido me chama às vezes de “botequeira”, porque eu adoro um barzinho, mas a verdade é que foi  com ele e seu interesse genuíno em aprender sobre bebidas que eu comecei a me dar conta dos detalhes e diferenças na fabricação das bebidas. E das conversas com ele com o ex-namorado da minha prima, Mestre Cervejeiro (com especialização na Alemanha) da Ambev em Curitiba, assimilei muita coisa sobre a produção da cerveja no Brasil. Mas nunca pude visitar uma fábrica – e estudei a poucas quadras de uma por 4 anos – e tinha isso como uma frustraçãozinha.

Ontem recebi de um amigo um convite (extensivo a outros blogueiros e sem caráter publieditorial) para conhecermos a Fábrica em 3D da Bohemia. A animação em flash lembra filmes como Harry Potter e O Senhor dos Anéis, desvendando (com narrativa do Mestre Cervejeiro virtual, bem simpática e convidativa) os vários processos de fabricação da cerveja. São vários setores da fábrica (a real fundada em 1853) e um quiz no qual o internauta pode descobrir a quantas anda sua cultura cervejeira.

O link tinha senha de acesso fechada e foi uma pena passear virtualmente pela fábrica desta cerveja deliciosa sem poder contar para um monte de gente. Hoje soube que o leitor de um dos posts encontrou o código fonte da página (eu nem sabia o que era isso) e agora posso liberar aqui. Site http://www.bohemia.com.br e senha C07753.

😀 Divirtam-se. E passem vontade ou façam como eu e terminem esta sexta num barzinho!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook