A Chance to Play – O Direito de Brincar

Em novembro encontrei no meu escritório da Otagai Mídias Sociais alguns exemplares novinhos sobrando do livro O Direito de Brincar – Guia prático para criar oportunidades lúdicas e efetivar o direito de brincar. Adoro a publicação, que faz parte do programa “A Chance to Play – O Direito de Brincar”, promovido pelo Comitê Mundial dos Trabalhadores da Volkswagen e pela ONG terre des hommes – Alemanha. 

Claro que compartilhei. Como é perfeito para as férias, lancei um Concurso Cultural no instagram do #maecomfilhos com uma provocação:

Quem quiser ganhar deve comentar aqui citando algum(a) amigo(a) que faz atividades legais com os filhos ou que precisa de ideias, contando porque o escolheu ta? A melhor resposta leva um livro para si e outro pro amigo – afinal o que é bom é para compartilhar!

Foi muito gostoso ver as pessoas se indicando. E uma tarefa super difícil para nossa comissão escolher os ganhadores 🙁

Mas conseguimos: as amigas @kidsindoors e @paracrianca, além de @prosadamae @blogmaeparasempre. Aguardo seus endereços, meninas!

Agora sobre o livro:

9fe8dd6c2d

São 180 páginas e um objetivo: conscientizar sobre a importância do “brincar” e orientar sobre a promoção de atividades lúdicas, como ferramenta educativa. O conteúdo inclui fundamentações teóricas sobre o “direito de brincar” e oferece exemplos de brincadeiras que podem ser realizadas com crianças, como jogos de cooperação e confiança, esportes de campo, atividades ao ar livre e com instrumentos musicais, brincadeiras típicas brasileiras, jogos com cartas ou de tabuleiro, entre outros. O livro aborda também qual deve ser a postura do educador na atividade do brincar, além de oferecer orientações pedagógicas.

O programa beneficia cerca de 60 mil crianças e adolescentes no Brasil por meio dos 12 projetos sociais que estão sendo desenvolvidos no entorno das quatro fábricas da Volkswagen no País: São Bernardo do Campo (SP), São Carlos (SP – fábrica de motores), Taubaté (SP) e São José dos Pinhais (PR). Os 12 projetos sociais utilizam o futebol e o ato de brincar como ferramentas de transformação social para promover educação, cidadania e uma cultura de paz.

Lançado no Brasil em janeiro de 2013, o “A Chance to Play – O Direito de Brincar” também capacitou 95 ONGs e 840 educadores, com apoio da Fundação Volkswagen e do Cenpec ao promover cursos, workshops, seminários e uma conferência. A capacitação sensibilizou os participantes sobre a importância do ‘direito de brincar’ e divulgou o uso de brincadeiras educativas como forma de promover cidadania e paz.

Os educadores recebem orientação em oficinas e os conhecimentos adquiridos por meio do programa contribuem para promover um futuro melhor para milhares de crianças e adolescentes por meio do ato de ‘brincar’”.

Gostou? O livro “O Direito de Brincar – Guia Prático para Criar Oportunidades Lúdicas e Efetivar o Direito de Brincar” pode ser acessado gratuitamente na internet. Clique aqui e baixe para seu computador ou tablet.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.