A casa econômica

casa-sustentável-Dicas-para-economizar-energia-aprenda-a-economizar energia-como-pagar-menos-na-conta-de-luz

Fala-se muito em sustentabilidade no lar. Buscamos novos caminhos, refletimos sobre as novas tecnologias, mas esquecemos de olhar para trás e lembrar como nossos avós cuidavam da casa para tirarmos algumas dicas excelentes para ter uma casa não só mais sustentável.

E como fazer? Para gastar menos energia dentro de casa basta observar detalhes à sua volta, aproveitando a energia e a luz do sol com projetos simples, escolhas sábias e uso de eletrodomésticos de forma racional.

Veja algumas maneiras de economizar energia:

  • Aproveite o calor do sol instalando janelas amplas do lado norte da casa. Para evitar calor excessivo, instale toldos, beirais ou cortinas que ajudarão a bloquear o sol no horário mais intenso.
  • Certifique-se de que sua casa tenha bom isolamento e, se não tiver, invista nesta melhoria. A temperatura numa casa com isolamento eficaz pode ser até 10% mais alta do no inverno e até 7% no verão.
  • Sempre que o tempo permitir, use o varal em fez da secadora. No Brasil normalmente temos esta possibilidade, o que alivia não só a conta da luz, mas reduz a emissão de gases causadores do efeito estufa.
  • Uma das maneiras mais simples de economizar energia é tirar os aparelhos eletrodomésticos da tomada quando não for usar por algumas horas. Manter os aparelhos plugados sem uso pode ser responsável por cerca de 10% da conta de luz!
  • Todo mundo repete e é verdade: vale a pena substituir as lâmpadas da casa por fluorescentes compacta (LFC). A iluminação é igual, mas o consumo, bem inferior, durando até dez vezes mais e consumindo até 80% menos energia.
  • Escolha eletrodomésticos que consumam pouca energia e tenham tamanho adequado à sua necessidade real. Por exemplo, um casal pode adotar uma geladeira menor e economizar com isso. Uma geladeira de 284 litros gasta 20% mais energia de 210 litros, mesmo tendo a mesma classificação de consumo.
  • No Brasil, em especial das regiões com abastecimento de gás natural, podemos optar por cozinhar e aquecer a água usando este insumo. Além de mais barata, esta opção é sustentável: o gás natural produz até um terço dos gases do efeito estufa comparado à eletricidade de outros tipos de usina, como as movidas a carvão.

Descobrir como anda o consumo de energia em sua casa pode ser apenas uma questão de analisar hábitos, contas, eletrodomésticos e instalações. Vale a pena verificar as dicas da concessionária de energia que atende sua região, bem como aproveitar as dicas que os fabricantes dos aparelhos têm em seus manuais.

Bom senso e sentimento de pertenciamento a uma coletividade nos faz refletir sobre quem somos e que legado vamos deixar as novas gerações. Um passo por vez, uma atitude pensada faz toda diferença no final das contas!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook