A cada dia, 370 pedestres são envolvidos em acidentes de trânsito no Brasil

Estamos novamente na Semana Nacional do Trânsito, da qual o blog participa ativamente há anos, buscando mostrar alternativas para a convivência mais saudável entre veículos motorizados, movidos a tração humana (bicicletas, skates, etc) e pedestres.

semasna nacional do transito

Em 2014 um dado aparece como alerta: cada dia, 370 pedestres são envolvidos em acidentes de trânsito no Brasil. A média, apresentada pela DPVAT, contabiliza os acidentes de trânsito envolvendo pedestres no primeiro semestre de 2014, considerando as três coberturas do seguro: morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médica.

“Os pedestres são os mais vulneráveis no trânsito. Os demais atores têm lataria ou equipamentos e dispositivos de segurança que ajudam na proteção em caso de um acidente. No primeiro semestre de 2014 realizamos o pagamento de 7.806 indenizações por morte para família de pedestre, uma média de 43 óbitos por dia. É muito importante uma semana inteira dedicada à reflexão sobre o número de vítimas de acidentes de trânsito”, relembrou Ricardo Xavier, diretor-presidente da Seguradora.

Das indenizações pagas por morte durante o primeiro semestre de 2014, 31% foram destinadas a acidentes envolvendo pedestres. Outros 20% do total dos caso são de cobertura por invalidez permanente para pedestres, superando 50 mil indenizações.

Os dados são do blog “Viver Seguro no Trânsito“, que traz posts com informações e dicas de como se portar no trânsito para uma convivência pacífica.

Qual o valor de apoiar a Semana Nacional do Trânsito?

A ideia é alertar a sociedade para que todos façamos uma autocrítica sobre nossas atitudes no trânsito. Para uma convivência pacífica é necessário, em primeiro lugar, o respeito. A campanha também lembra que todos, independentemente do veículo que conduzimos, em alguns momentos, somos também pedestres.

No começo da semana escrevi na Disney Babble uma pergunta:

Você ensina seu filho a ser bom pedestre?

No post deixei algumas sugestões para conversar com seus filhos pequenos sobre o assunto e também como orientar os grandes, que já saem sozinhos.

IMG_0120.PNG

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.