cidadania / destaque

20130709-165016.jpg

E você aí achando que com o #vemprarua de 2013 estava inventando a roda… 81 anos atrás grandes comícios e passeatas em reação dos paulistas ao Governo Provisório de Getúlio Vargas movimentaram o país.

No total, foram 87 dias de combates, de 9 de julho a 4 de outubro de 1932 (sendo o último dois dias depois da rendição paulista) com um saldo oficial de 934 mortos, embora as estimativas, não oficiais, reportem até 2200 mortos, sendo que numerosas cidades do interior do estado de São Paulo sofreram danos devido aos combates.

Os paulistas foram às ruas em defesa da constituição brasileira

Foi uma resposta paulista à Revolução de 1930 que acabou com a autonomia dos estados garantida pela Constituição de 1891. A Revolução de 1930 impediu a posse do ex-presidente (atualmente denomina-se governador) do estado de São Paulo, Júlio Prestes, na presidência da República e derrubou do poder o presidente da república Washington Luís colocando fim à República Velha, invalidando a Constituição de 1891 e instaurando o Governo Provisório, chefiado pelo candidato derrotado das eleições de 1930, Getúlio Vargas.

20130709-165129.jpg

E se não fossem os jovens indo às ruas…

Os jovens também tiveram um papel significativo em 1932. Um dos eventos marcantes é a morte de 4 estudantes que deu origem a um movimento de oposição que ficou conhecido como MMDC. Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo são os estudantes (dois da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo e dois da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo) que morreram durante um dos conflitos.

Você sabia?

Duas das vias arteriais da cidade homenageiam as datas mais importantes do evento: 23 de Maio e 9 de Julho, que se iniciam na Praça da Bandeira no centro da cidade de São Paulo, e também em São Paulo existe uma escola no bairro da Mooca que faz uma homenagem e tem em seu nome as iniciais dos quatro “heróis”.

Quem serão nossos heróis atuais?

9 de julho é feriado – e também aniversário da Revolução Constitucionalista de 1932

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas