Blogueiras conhecendo bastidores dos projetos do Criança Esperança :)

Passei parte da manhã acompanhando o passeio que algumas amigas faziam lá no Rio hoje: a convite do Criança Esperança, as blogueiras Aline Cavalcanti, Dafne Sardinha Dias, Denise Rangel e Raphaela Avena conheceram o trabalho desenvolvido pelo projeto nas comunidades do Cantagalo, Pavão/Pavãozinho.

É hoje e, como sempre nestes shows, vou sentir saudade da companhia de minha mãe e minhas irmãs, com quem vi tantas vezes o Criança Esperança. Minha turminha “masculina” (marido e 2 filhos) não se identificam como eu, que me emociono do fundo do coração com as histórias de superação (pode parecer comercial de margarina, mas eu fico encantada do mesmo jeito), mas racionalmente entendem a importância de valorizarmos projetos sociais que apoiam crianças e adolescentes e, graças à sua existência, mudam a vida de muitos brasileiros.

Nesses 25 anos, a campanha, protagonizada por Renato Aragão e grande elenco da Rede Globo, arrecadou R$ 215,6 milhões, beneficiando mais de 5 mil projetos e 4 milhões de crianças e adolescentes em todo o Brasil. As doações ao Criança Esperança podem ser feitas pela internet, no site www.criancaesperanca.com.br; e em 20 mil casas lotéricas nas principais cidades do país. Já as contribuições por telefone irão até o dia 22 de agosto nos seguintes números:

  • 0500 2010 005, para doar R$ 5
  • 0500 2010 015, para doar R$ 15
  • 0500 2010 040, para doar R$ 40
  • 4004 4010, para doar mais de R$ 40 (entre 9h e 21h)

Soube que os cinco blocos temáticos vão visitar diversas regiões do Brasil, mostrando culturas e épocas diferentes e conduzindo o público por uma dimensão regida pela inocência, a imaginação e o irreal. Como é de praxe – e se puder confessar, é a parte secundária do Criança Esperança para mim – artistas (Klara Castanho, Katiusca Canoro, Samantha Schmutz e Fabiana Karla) e personalidades (Gilberto Gil, Ivete Sangalo, Alexandre Pires, Diogo Nogueira, Maria Gadu, Luan Santana, Paula Fernandes, Alcione, Emilio Santiago, Sandy, Lucas (Fresno), Leo Santana, Cine, Fiuk (com a banda Hori), Evo 84, Ana Costa, Roberta Sá, Claudia Leitte, Charlie Brown, Dominguinhos, Elba Ramalho, Lenine e Kandies) passam pelo palco com a missão de chamar a atenção do público para a situação da infância e da juventude no país.

Creio que os meninos vão curtir o show inspirado em brinquedos e brincadeiras que conquistaram as crianças nos últimos cem anos: réplicas gigantes de brinquedos símbolos de gerações, em forma de um desfile que estará numa passarela como a de uma escola de samba. E vão curtir ver Mônica e Cebolinha virtuais apresentando o show com Sandra Annenberg e Evaristo Costa.

E para quem gosta de ver as crianças se apresentando: 320 crianças dos projetos Afroreggae e CUFA (Central Única das Favelas), divididas em quatro grupos, ocuparam espaços definidos compondo o espetáculo. Marcaram presença também o grupo de dança da ANDEF (Associação Nacional de Deficientes Físicos), de Niterói, crianças da ABBR (Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação), INES (Instituto Nacional de Educação de Surdos) e APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais).

E se vocÊ quiser ter uma visão extra da festa, vale seguir os tuites das meninas hoje: @deniserangel @dasgurias @elfinha e @avenaoficial, além do @criesperanca25.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook