destaque / empreendedorismo

20130905-123759.jpg

O que realmente faz uma mulher ser bem sucedida no trabalho? Voltei de um final de semana de festas em família pensando muito sobre isso porque encontrei com as avós e as tias de meus sobrinhos, com quem estive num quase “retiro” porque fechamos uma pousada para a família e passamos dias juntos à beira da piscina e da churrasqueira, conversando e pensando na vida juntas.

A nós se juntaram famílias amigas de minha irmã, que mora no Rio de Janeiro desde 2006, convivendo tanto com donas de casa modernas e mães em tempo integral quanto com mulheres que encaram a carreira de 8h a 10h por dia na empresa e ao mesmo tempo amamentam, cuidam dos filhos pequenos e planejam ampliar a família. Deste encontro com tantas mulheres bem sucedidas e capazes, com idades entre 25 e 65 anos, voltei para casa cheia de ideias sobre o mundo que quero para minha pequena Manu, de 4 meses, e sobre o mundo profissional que busco implantar como empresária nestes 3 anos de Otagai Produtora em mídias sociais.

O que quero? Quero que as mulheres possam escolher seus diferenciais para sentir que chegaram lá e que alcancem o sucesso em sintonia e em harmonia com sua interioridade.

slide-1-638

Eis que hoje vejo um post que tinha lido em inglês e que foi gentilmente traduzido por uma empreendedora que atua no empoderamento feminino como eu e cujo trabalho eu admiro e acompanho. O texto de Emma Grey, com reflexões de Ana Lucia Pedro Fontes, foi publicado na Rede Mulher Empreendedora, um projeto altamente recomendado para quem busca um mundo nem feminista nem machista, mas igualitário e capaz de nos permitir manter a diferenciação natural que nos faz únicos.

Ana, fundadora destes rede de mulheres inspiradoras, é formada em propaganda e atuou na área de marketing por mais de 20 anos em multinacionais, foi participante do programa 10.000 Mulheres, do Goldman Sachs em parceria com a FGV. É fundadora do MyJobSpace- Coworking e da Rede Mulher Empreendedora, professora no curso 10.000 mulheres e colaboradora do FGVcenn.

Aqui estão doze atitudes que as mulheres de sucesso fazem de diferente:

1. Elas realmente são apaixonadas por aquilo que fazem. “Sem paixão, toda a habilidade do mundo não vai levá-la para além do seu trabalho” – escreveu a dançarina Twyla Tharp em seu livro, The Creative Habit. Se você não ama o que faz, você provavelmente não estará motivada a ir acima e além do seu espaço de trabalho. Mas, se você for apaixonado pela sua carreira, investir tempo e esforço em sua atividade isso será um prazer, não uma obrigação.

2. Elas não esperam perfeição – nem delas mesmas nem das pessoas ao redor. Estudos vem nos mostrando que gastar tempo e energia tentando ser “perfeito” apenas leva a infelicidade. Mulheres de sucesso sabem que elas não podem fazer tudo de forma muito boa o tempo todo. Abater-se pelas falhas que você percebeu só vai diminuir suas habilidades no trabalho, sem mencionar os danos a saúde mental. “Cada um de nós, se tivermos sorte, teremos nossa chance de deixar nossa marca no mundo, mas estamos ocupadas trabalhando demais para sermos perfeitas” – escreveu Debora Spar, presidente da Barnard, em um editorial para a Revista Glamour. “Não crie uma competição com a Mulher Maravilha, pense o quanto é maravilhoso para você estar em seu lugar. Então, com ousadia, audácia, alegria, deixar o resto para trás.”

3. Com frequência, elas se tornam chefes. Muitas mulheres de sucesso descobriram que, se você é a chefe, pode definir suas próprias regras. A editora-chefe do Cosmopolitan, Joanna Coles, disse na Third Metric Conference realizada em junho que: “Quanto mas alto você vai em uma empresa, mais fácil fica…A verdade é que você tem mais controle.” E quando você esta no controle, você pode criar um ambiente de trabalho mais saudável, feliz e equilibrado para você e seus funcionários.

4. Elas têm bons casamentos – ou não. Mulheres de sucesso sabem o valor de uma verdadeira parceria. Como Sheryl Sandberg observou em Lean In: “Eu não conheço nenhuma mulher em uma posição de liderança cujo parceiro e vida não apoie totalmente – e eu quero dizer, totalmente -a sua carreira”. E muitas mulheres bem sucedidas renunciam aos casamentos. Apesar de não serem casadas, Oprah Winfrey, Condoleezza Rice e Diane Keaton parecem estar indo muito bem.

5. Elas acreditam que serão bem sucedidas. A frase “Se você construir, ele (o sucesso) virá” não é para todos. Não importa o quão louca a sua ideia possa parecer, é essencial você acreditar nela para conseguir alcançar o sucesso. Kay Koplovitz, fundadora do USA Networking, fez este sentimento ecoar em uma entrevista concedida em julho. “Você tem que estar confortável sobre o que pensa e realmente realizar o seu caminho até o resultado desejado”, disse ela. “Eu acreditava que seria bem sucedida”. Planos para o futuro? Não. Confiança – em você mesma – é a chave do sucesso.

6. Elas não têm medo de correr riscos. Sheryl Sandberg diz que as todas as mulheres deveriam fazer para elas mesmas a seguinte pergunta: “O que você faria se não tivesse medo?”. Mudar – em sua carreira e além – exige a capacidade de sair da zona de conforto de vez em quando. Mulheres de sucesso não tomam decisões imprudentes, mas elas também não calculam os riscos ao decidir algo. Sandberg seguiu seu próprio conselho e escrever o best-seller Lean In.

7. Elas sabem que o fracasso anda de mãos dadas com o sucesso. “O fracasso não é o oposto de sucesso, mas um trampolim para o sucesso”, este é o conselho dado a Arianna Huffington por sua mãe, Elli Stassinopoulos. As mulheres bem sucedidas sabem que você não pode se sobressair o tempo todo, e que uma parte inevitável da dar saltos em sua carreira e de vez em quando cair. Por exemplo, doze editoras rejeitaram o primeiro livro de JK Rowling, o Harry Potter. Mas isso não a impediu de continuar enviando a livro para outras editoras.

8. Elas praticam exercícios físicos. “Minha corrida matinal é o momento em que tudo está mais claro em minha cabeça e quando eu consigo organizar tudo o que está acontecendo em meus pensamentos.”, disse Jessica Herrin, fundadora da Stella and Dot, a uma entrevista para o The Huffington Post. Muitas mulheres de sucesso têm falado sobre o valor do exercício físico regular – não porque elas estão tentando ficar magras, mas porque sabe quem o exercício alivia o stress, libera endorfina e aumenta a energia. “Se eu não correr, nadar ou levantar pesos, eu certamente já teria matado alguém neste momento da minha vida”, escreveu Debora Spar.

9. Elas sabem que sua lista de coisas a fazer nunca estará zerada, mas elas estão ok sobre isso. Às vezes você pode ser mais produtiva apenas aceitando o simples fato de que você não conseguirá fazer tudo. Aprender a abrir mão de certas metas, responsabilidades e tarefas pode ser difícil, mas libertador. Arianna Huffington tem falado sobre como finalmente vem se permitindo não cumprir metas irreais que ela estabeleceu na “lista de coisas a fazer” – no caso dela, aprender alemão e se tornar uma esquiadora profissional – e de como isto a aliviou um enorme fardo. “Livrar-se da ansiedade de sempre ter expectativas não atendidas foi ótimo!”, disse ela.

10. Elas não se esquecem de programar um tempo para elas. Pesquisas mostram que as mulheres tendem a priorizar as responsabilidades domésticas, como os cuidados com a casa e os filhos, aos cuidados com elas mesmas. As mulheres bem sucedidas sabem que precisam programar um tempo para elas, assim como elas agenda reuniões, jantares de família e eventos de networking. “Eu descobri que se não, literalmente, anotar em minha agenda (ou criar um com evento no calendário do Google) agendando uma hora para mim, isso nunca iria acontecer”, disse Mary Kate McGrath, editora-chefe da PureWow disse ao The Daily Muse em março.”Então é isso que eu faço. Eu literalmente me convido a ir na manicure ou ficar 20 minutos a mais na cama, e eu tenho me convencido a me levar a Manhattan de vez em quando também. (Eu sou uma ótima companhia.) A minha nova regra é: eu não estou autorizada a cancelar comigo mesma”.

11. Elas sabem como criar relações verdadeiras – e como mantê-las fortes. Ter uma boa rede de contatos é fundamental para ser bem sucedida. Manter suas amizades e formar novas amizades a cada lugar em que você trabalha também te faz feliz e ajuda na sua carreira mais tarde. Em 2009, Diablo Cody falou ao New York Times sobre a importância de sua relação com as suas colegas cineastas do sexo feminino Lorene Scafaria, Dana Fox e Liz Meriwether. “Eles me ajudaram a ser animada para as coisas quando eu era uma espécie de shellshocked (pessoa muito tímida)”, disse ela. “Elas foram as únicas que tiveram coragem de literalmente me chamar para um canto na estreia do ‘Juno’ e dizer: ‘Isso é divertido! Você nunca vai esquecer deste dia. Divirta-se!'”.

12. Elas expressão gratidão com aqueles ao seu redor. O sucesso de uma mulher não acontece sem motivos. Mulheres bem sucedidas reconhecem aqueles que as suportam todos os dias – tanto na vida particular quanto no escritório. Isso não só as torna pessoas melhores como também promove a lealdade de seus funcionários. Oprah é uma mulher poderosa que entende a importância de valorizar seus funcionários. Em 2009, ela levou toda a sua equipe e sua família par um cruzeiro pelo Mediterrâneo.

1187176_505567846185724_2112507960_n

Conheça e participe desta que é a 1ª rede de apoio a mulheres empreendedoras do Brasil. Acesse também o grupo no Facebook e acompanhe as novidades na rede redemulherempreendedora.com.br. Fundada em 2010, a Rede Mulher Empreendedora já é um exemplo de como boas ideias e muita boa vontade podem mudar o mundo, pelo menos o dos negócios! Hoje já conta com mais de 26 mil empreendedores cadastrados e é atualizada diariamente com informações, conteúdos, dicas e notícias sobre empreendedorismo. Uma plataforma de serviços que tem como objetivo unir e apoiar as mulheres empreendedoras de todo país no desenvolvimento do seu negócio. Por meio de cadastros gratuitos, as empreendedoras publicam um perfil do seu negócio, acessam dicas e notícias importantes e ainda participam de fóruns de discussões.

Você pode gostar também de ler:
Desde que fiz meu primeiro detox digital, num verão há alguns anos, eu tenho descoberto
Eu vi nascer o Fórum Cristão de Profissionais. Estava no culto num domingo em que
vait_mcright / Pixabay Sempre acreditei na vida junto. Nada do que
“Cada sonho que você deixa para trás é um pedaço do seu futuro que deixa
Participei do COLab, o Laboratório de Convergência Audiovisual, que reuniu na Unibes Cultural interessados na
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas