casa

Dicas para escolher moveis, dicas para modelar  a casa, dicas para mobilhar a casa, dicas para mobilhar apartamentos, como mobilhar apartamentos, apartamentos pequenos, dicas de designs, moveis para apartamentos,

Desde muito pequena eu adoro revistas de decoração, uma mania herdada da minha mãe, advogada criminalista que teria sido feliz como decoradora! Fiz curso técnico em Edificações e, quando optei pelo jornalismo, pensei que um dia estaria numa redação da área, mas meu caminho foi o do comportamento e não da construção civil.

No entanto, vira e mexe eu volto para as questões da casa e do jeito de tornar os espaços de convívio mais humanos e capazes de refletir nossa realidade.

No mundo atual, o que é mais freqüente e comum do que a busca por praticidade e aproveitamento de espaços exíguos?

Gostei de um artigo que li com dicas para escolher móveis para pequenos espaços. Veja o que indicaram os designers Jader Almeida, Marcus Ferreira e Fernando Jaeger:

1. Prefira móveis retos, pois eles funcionam melhor por possibilitarem encaixes nos ambientes.

2. Peças suspensas são sempre bem-vindas: elas privilegiam a circulação.

3. A melhor maneira de visualizar um móvel no ambiente é simular seu tamanho real. Os designers sugeriam a demarcação das medidas no chão usando jornal recortado ou montado no tamanho real. Aqui eu uso aplicativos que ajudam a fazer o mesmo desenho e dão uma visão 3D, confira no post Dicas de apps para repensar o lar.

4. Escolha elementos que possam mudar de lugar. O banquinho que está na cozinha deve servir para a sala, para a área de serviço etc.

5. Pense na decoração alinhada ao seu dia a dia e não às ocasiões especiais. “Não faz sentido uma mesa enorme, que ocupe metade da sala, para um lugar onde vivem duas pessoas. Quando o número de convidados for grande, improvise”, afirma Marcus Ferreira.

6. Em busca de leveza visual, prefira as peças que misturem poucos materiais. “Se o ambiente é pequeno, o ideal é que os móveis nem sequer sejam notados”, diz Jader Almeida. Neste ponto eu discordo, muita gente que tem pouco espaço acaba fazendo tudo com a mesma aparência e acabamento e o ambiente fica enjoativo!

7. Não compre tudo ao mesmo tempo. O ideal é partir do móvel maior. Os demais vêm depois, se sobrar espaço.

8. Peças dobráveis e empilháveis são as grandes aliadas das metragens reduzidas. Dê preferência a elas, desde que o conforto e a estabilidade sejam preservados. “Não adianta ter uma mesa dobrável que chacoalha durante o uso”, explica Fernando Jaeger.

9. Tenha poucos móveis. Não cabem o sofá nem as poltronas? Fique apenas com o sofá – um que você ame.

10. Opte pela ocupação horizontal, e não vertical. Quanto menos preenchida estiver a parede, mais respiro tem a decoração.

E você, tem outras dicas que andou testando e aprovando em casa? Conte para nós!

(Crédito da foto: reprodução de site de internet)

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas